quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Homem tem síndrome de down, mas já trabalha há 30 anos no McDonald’s

Russel conta que quando andava na escola era deficiente, mas agora já não é: “Agora trabalho no McDonald’s”.

sindrome-de-down-mercado-de-trabalho

Pode dizer-se que o McDonald’s é a segunda casa de Russell O’Grady. Hoje com 48 anos, conta com 30 de casa num restaurante da cadeia de fast food, perto de Sidney.

Começou em 1986 e até hoje nunca mudou de emprego. Esta poderia não ser história em lado nenhum do planeta, caso fosse comum uma pessoa com síndrome de down estar plenamente inserida no mercado de trabalho, como está Russel.

Segundo o pai, Geoff, toda a gente naquela localidade (em Northmead) conhece Russel e passa por lá para lhe apertar a mão.

“É muito carinhoso, apaixonado e amado”, revela ainda sobre o filho, que diz ter mudado completamente desde que começou a trabalhar. “Alguém disse-lhe ‘és deficiente?’, e ele respondeu ‘Era quando andava na escola, agora trabalho no McDonald’s”, conta Geoff.

Apesar de se poder pensar que poderia ter algumas limitações no trabalho, Russel provou ser tão capaz de desempenhar as tarefas normais do restaurante, a tempo inteiro.

Espera agora, conta o Metro britânico, trabalhar até aos 50 anos e ser um dos mais resistentes participantes de um programa destinado a treinar pessoas com deficiência inteletual, o JobSupport.

Fontes: www.noticiasaominuto.com -  pessoascomdeficiencia.com.br

Nenhum comentário: