sábado, 1 de outubro de 2016

Uma Cadeira de Rodas - Marcele Mendes


Uma cadeira de rodas é um acessório necessário pra pessoas que tem limitações físicas. Essa é uma definição simples e verdadeira, NADA MAIS QUE ISSO!

por Marcele Mendes e Silva




Não pense você que isso determina quem eu sou,ou mesmo aonde eu posso chegar.

O que me faz ser quem eu sou são minhas experiências,minha bagagem emocional e tudo que vivi até aqui.


Essas vivências pra quem tem alguma deficiência são muitas das vezes diferenciadas em alguns aspectos, devido a nossa condição, obviamente. Mas nada que impeça um cadeirante de ser feliz e usufruir TUDO de bom que a vida tem a oferecer. 

Pros homens e mulheres ignorantes que não conseguem entender a possibilidade de uma pessoa com deficiência ter uma vida normal, constituir família, estudar, trabalhar e outras coisas mais, só tenho uma coisa a dizer: Ampliem seus horizontes, entendam que uma vida não se limita a um corpinho perfeito e a coisas fúteis.

Entenda que essa cadeira são minhas asas e minhas pernas. Eu estou sentada nela mas estou de cabeça erguida e pronta pros mesmos desafios que você!

Se uma cadeira de rodas te limita fisicamente, ela não te paralisa psicologicamente. Quem te faz parar e morrer pra vida são seus medos e estes existem na mente de qualquer um de nós.Morre a cada dia quem não tem metas e sonhos pra realizar,quem se depara com dificuldades e simplesmente desiste de tudo.Morre todos os dias aqueles que se limitam a fazer de suas vidas uma simples viagem sem rumo,aqueles que não entendem que o que há de mais belo nas pessoas está na sua essência e não na sua aparência.Já morreu pra vida o homem que não se permite aprender com seus erros,superar seus limites e a recomeçar!!!

                                                 

Superação é uma palavra que escutamos todos os dias mas que não sabemos o significado até conhecer alguém que dê sentido a ela, e eu posso dizer que conheço essa palavra como ninguém.Teria todas as desculpas pra estar triste, por não poder correr na praia com os pés na areia ou mesmo caminhar sozinha e sentir o vento no rosto sem depender de ninguém. Podia me deprimir com o olhar de pena de muitos nas ruas, sem ao menos me conhecer. Talvez estivesse trancada dentro de casa com a dificuldade que tenho ao tentar pegar um ônibus ou mesmo fazer um simples passeio nas ruas do meu bairro.Mas estas mesmas desculpas não são maiores que a minha vontade de viver e ser feliz.

Eu me inspiro com os exemplos que vejo todos os dias, de pessoas que escolheram SUPERAR todos os desafios que a vida oferece pra um deficiente físico e seguir em frente. E posso te falar que são muitos!!­­­Quem não vive isso no dia a dia,talvez não tenha dimensão de como é sentir-se fraco diante de tantas dificuldades cotidianas.

Antes de julgar uma pessoa com deficiência como coitadinho ou mesmo achar que ela usa disso pra se beneficiar, pense que não somos PRIVILEGIADOS, somos apenas pessoas que conhecem os seus direitos e lutam por eles frente a uma sociedade que nos exclui e nos oprime.

A minha filosofia de vida é : Ser forte e pensar que Deus sabe exatamente quem são os seus filhos mais capacitados a suportar determinadas provas. Ele está me ensinando que tenho que me aceitar e me amar como sou e tenho feito isso com muito orgulho todos os dias!!!


Dedico esse texto a todos aqueles que lutam,que são guerreiros e que não se vitimizam por uma deficiência!Em especial a mães e Pais de filhos especiais!


2 comentários:

Anônimo disse...

È um exemplo de Vida.

Paulo disse...


Eu conheci esta moça em uma escola.

É muito Inteligente