sábado, 19 de novembro de 2016

Claudio Massad fica com a prata no Aberto do Chile de Tênis de Mesa

Por CPB

            Arquivo pessoal
            Imagem
           Massad fez grande campanha no Chile, mas perdeu a final em partida disputadíssima

O tênis de mesa paralímpico brasileiro segue em bom momento após os Jogos Paralímpicos Rio 2016. No Aberto do Chile, Claudio Massad conquistou a medalha de prata depois de uma bela campanha no torneio individual das Classes 9 e 10. Ele chegou à decisão com o chileno Alvaro Vega, que tem 17 anos e é uma das grandes promessas da modalidade, e fez uma partida bastante equilibrada. Contudo, Vega acabou vencendo por 3 sets a 2 (11/8; 3/11; 7/11; 11/9 e 13/11).

Na primeira fase do torneio, Massad ficou com a primeira colocação no Grupo A, que contou também com os chilenos Gustavo Ignacio Serrano, Cesar Arturo Segovia e David Daniel Poblete. O brasileiro derrotou os três adversários por 3 sets a 1, 3 sets a 0 e 3 sets a 0, respectivamente.

Pela boa campanha, Massad conseguiu classificação direta para a semifinal, quando encarou o também chileno Valentine Rene Mendoza e triunfou por 3 sets a 0 (11/3; 11/2 e 11/8), classificando-se para a decisão.

O Aberto Paralímpico do Chile contou também com o brasileiro Ricardo Narusawa, que esteve no Grupo B, ao lado do argentino Dario Neira e dos chilenos Valentin Rene Mendoza e Manuel Echaveguren. Ele ficou com a quarta colocação, após perder por 3 sets a 1, 3 sets a 0 e 3 sets a 2, respectivamente.

Claudio Massad e Ricardo Narusawa ainda vão disputar o torneio por equipes, que começa nesta sexta-feira, 18. O Aberto Paralímpico do Chile se estende até este sábado (19).

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.

Com informações da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM).

Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: