domingo, 6 de novembro de 2016

Conheça, Aline e Altamir...




Olá meu nome é Aline e do esposo é Altamir. .

Altamir era um jovem cheio de saúde e planos , mas em 08/12/2008 sua vida virou de cabeça pro ar, dia em que ele estava se deslocando para a festa de nossa senhora da Conceição em Recife , ele sofreu um acidente de moto ficou desacordado e quando acordou, já não sentia suas pernas, o que fez ele entrar em desespero. Foi hospitalizado e optou por não fazer uma cirurgia e dias depois recebeu alta. 


Já em casa com a rotina de vida totalmente diferente, ele e sua família foi tentando se adaptar a nova realidade. Nas tardes ele ficava só. pois sua mãe tinha que trabalhar, pedindo para uma vizinha ir vê-lo de vez em quando para ver se ele precisava de algo. Eu, como colega, também sempre passava para visita-lo, e percebia que ele não queria de forma alguma aceitar a vida sobre as rodas e aos poucos foi ficando triste, depressivo e adquiriu uma infeção urinária e foi hospitalizado. Só foi piorando, até o ponto de pegar também uma infeção respiratória, virando em infecção generalizada. 


Foram tempos difíceis, ele perdeu até a audição, os médico já não davam esperança. Foi quando Deus agiu, depois de meses em coma, ele acordou e tava começando a ficar melhor, ia até receber alta no dia seguinte, mas infelizmente entrou novamente em coma.

Dia hospitalizado, eles acabaram fazendo traqueostomia nele. Um mês depois ele acordou, melhorou um pouco mais continuava muito debilitado, recebeu alta mas sua vó percebeu que ele não podia ficar sozinho em casa. Como eu estava fazendo o curso de enfermagem, ela me perguntou se queria cuidar dele em troca de uma ajuda de custo para ajudar no meu curso, e eu aceitei.

                                    

Comecei a auxiliar ele, no começo foi difícil pois qualquer coisa ele desmaiava, aos poucos ele foi melhorando mas não queria saber da cadeira de rodas. Eu tentava sair com ele, mas ele morria de vergonha. Até que um dia, finalmente consegui, o tempo foi passando e começamos ir ao shopping, na praça, e isso fez com que ele voltasse a querer se tornar independente e até fez ele ter vontade de dirigir, acabou comprando um carro, o adaptou e hoje dirigi para todo canto.

Pouco a pouco, comecei a gostar dele e ele percebeu, pois todos as amiguinhas dele ia visita-lo e eu ficava ciúme, ele desconfiou e até que ficamos pela primeira vez. Ele não queria dizer a ninguém porque tinha vergonha devido a sua deficiência, mas nossos familiares logo desconfiaram porque ele só queria que eu o auxilia-se.e depois de uma tempinho, acabamos assumindo.

Já vai fazer 7 anos que estamos juntos, em Maio/2016 casamos no Civil e no dia 11/05 e eu vi um sorteio no site da Central da noiva e acabei participando. Para nossa felicidade fomos os ganhadores e nos deram a cerimônia e festa dos sonhos.

O casamento aconteceu no dia 26/09, em Boa viagem no hotel Mobile beach Class Executive, com tudo que tinha direito, até a rede Globo fez uma matéria que passou no bom dia Pernambuco com o  título "Casal supera dificuldades e ganha festa de casamento", foi tudo um sonho.

Depois de relembrar tudo que passamos, posso dizer que somos muito felizes, tenho certeza que nem Altamir imaginava que pudesse voltar a ser feliz, mas tudo aconteceu e agrademos a Deus. Essa é nossa história que gostaria de compartilhar c vcs...



Nenhum comentário: