sábado, 5 de novembro de 2016

Moda Inclusiva 2016!

                                        

A inclusão na sociedade de pessoas com deficiência não se resume a questões técnicas, como a instalação de rampas ou a reserva de vagas no mercado de trabalho. Exige um pensamento mais amplo e ações que possibilitem a essas pessoas fazer suas próprias escolhas e ter independência e autoestima.

É com esse objetivo que a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, de São Paulo, promove todos os anos o Concurso Moda Inclusiva. O projeto incentiva jovens estilistas a criarem soluções que facilitem o cotidiano da pessoa com deficiência ou necessidades especiais, dando a elas autonomia para se vestir, seguindo as tendências do momento.

                                                    

As roupas desenvolvidas contam com elementos como texturas e etiquetas em braile, que ajudam os deficientes visuais a identificarem as peças; frente e costas iguais, para ninguém se preocupar se está vestindo uma blusa do lado certo; fechos com botões magnéticos, mais práticos de manusear; zíperes nas pernas da calça ou nas laterais e mangas de um casaco, para facilitar o ato de colocar ou tirar a peça.

Segundo a idealizadora do concurso, a preocupação de desenvolver uma moda adaptada não é apenas uma questão de conforto e praticidade, mas de fazer com que as pessoas com deficiência se sintam bonitas. E ela faz questão de ressaltar que são roupas comuns, que chamam a atenção pelo design e beleza, e não por identificar a pessoa como portadora de algum tipo de necessidade. A última edição, realizada no dia 15 de outubro, teve até um macacão pet, para um simpático cão-guia! Confira AQUI como foi.



Nenhum comentário: