quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Rua cheia de buracos em Araguaína impossibilita passagem de cadeirante - Veja o vídeo.

Sem pavimentação, família improvisou caminho para jovem se deslocar.Os moradores contam que ficam ilhadas quando chove.

Do G1 TO, com informações da TV Anhanguera

Famíla preserva caminho do cadeirante colocando obstáculos  (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Famíla preserva caminho do cadeirante colocando obstáculos (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

As condições precárias de uma rua em um bairro de Araguaína prejudica o tráfego de veículos e difuculta a passagem de pedestres, principalmente a acessibilidade de pessoas com deficiência física, como é o caso do estudante Luiz Rogério, que é cadeirante. A família do jovem precisou improvisar um caminho para que ele pudesse se deslocar. "Uma mini-estrada para eu poder sair e não ficar preso aqui por causa da rua", disse. A rua Pau Brasil fica no setor Araguaína Sul.

Click AQUI para ver o vídeo.

Os moradores contam que os sacrifícios pela falta de pavimentação são enfrentados constantemente, mas para Luiz Rogério a dificuldade é ainda maior. Ele conta que são muitos os obstáculos e por pouco não perdeu a prova do Enem 2016. A família espalhou obstáculos pela calçada com o objetivo de preseravar o caminho que ele pudesse passar para sair de casa. "A quantidade de impostos caros que pagamos, por que não é revestido em obras?", questionou.

Segundo os moradores a situação da rua piora com o período chuvoso. O pedreiro, Antônio da Silva, que mora no bairro há 10 anos conta que as pessoas ficam ilhadas quando chove e que correm risco de vida se precisarem de atendimento com urgência. "É água demais! De carro não tem jeito de sair e pra sair a pé tem que tirar os calçados, arregaçar as calças e subir com a água ao meio da canela", conta.

A Prefeitura de Araguaína disse que a rua Pau Brasil está incluída no programa de obras de drenagem e pavimentação e que as obras serão executadas por meio de termo de cooperação firmado junto ao Governo do Estado. Ainda segundo a Prefeitura, a drenagem já foi iniciada no setor e a pavimentação está prevista para o primeiro semestre de 2017.

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário: