sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Tecnologia permite com mobilidade e fala reduzidas voltem a criar músicas

Por meio da tecnologia de “brain-computer interfacing system” (uma espécie de interface computadorizada que reage através de estímulos cerebrais), compositores com fala e mobilidade reduzidas podem voltar a criar composições

Uma mulher com mobilidade reduzida, sentada em uma cadeira, com uma touca cheia de eletrodos; ela olha na direção de um monitor de computador

Confira a tecnologia que permite a pessoas com mobilidade reduzida e dificuldade de fala a comporem músicas, em matéria publicada pelo site Hypeness.

Quatro compositores que viveram a experiência da perda da capacidade física e/ou neurológica de se mover e falar, puderam recentemente recorrer à tecnologia para conseguirem voltar a fazer aquilo que mais e melhor os fazia viver – e que agora voltou a fazer: música.

Cientistas aprimoraram a tecnologia de “brain-computer interfacing system” (uma espécie de interface computadorizada que reage através de estímulos cerebrais) para que esses compositores pudessem voltar a criar.

Basta olharem na direção de um receptor equivalente à frase musical que desejam incluir na música e pronto – o computador registra e eles voltam a compor.

As pontes entre cada frase, os detalhes musicais e notas específicas podem ser selecionadas igualmente.

O efeito de voltar a criar sobre o bem estar desses artistas é inspirador, e fica claro no rosto de cada um quando percebem que aquela bela música tocando é, como costumava ser, sua criação.

Nenhum comentário: