quarta-feira, 2 de novembro de 2016

TRIBO DE JAH - Banda de Reggae que não tem limites - Vejam os vídeos.

  

"Tribo de Jah" é uma banda de reggae do Maranhão que teve seu início em 1986. Com um estilo musical original, a banda traz mensagens de paz, amor e aborda também as políticas sociais em suas músicas.

Quando eu tinha uns 9 anos, minha irmã colocava o cd da "Tribo de Jah" para tocar e eu acabei crescendo e aprendendo a cantar as músicas deles, as quais eu canto até hoje. Depois de muitos anos, descobri que alguns dos integrantes da banda têm deficiência visual, o que foi uma surpresa pra mim, pois jamais imaginei isso.

Como sou curiosa, quis me aprofundar na história deles, saber como foi que se conheceram e tudo mais... Entrei em contato com a equipe e acabei conversando com o baixista Aquiles, veja como foi:

Como foi que a "Tribo de Jah" surgiu?
A banda Tribo de Jah começou em 1986, quando o Fauzi comprou o equipamento de som do sargento Marinho, para o qual trabalhávamos como banda cover.
Então ele nos falou do seu projeto de formar uma banda de reggae, e de gravar um disco com as suas composições, o que prontamente aceitamos.

Quem são os integrantes?
Hoje a banda não conta mais com dois integrantes da sua primeira formação, que são: Zé Orlando {vocalista}, Frazão {tecladista}, que saíram para seguir seus projetos pessoais.
Esses foram substituídos pelos novos integrantes: Pedro Beydoun {vocal}, Bives {teclado}. Continuando: Aquiles {contra baixo}, Neto {guitarra}, Joãozinho {bateria}, Fauzi Beydoun vocal}.

         

Sabemos que você (Aquiles), Joãozinho e Netto são integrantes da banda e são deficientes visuais. Como foi que vocês se conheceram? 
Nós nos conhecemos na Escola de Cegos do Maranhão, onde estudamos e descobrimos a vocação para a música.
Ainda na adolescência, improvisávamos instrumentos como: bateria de latas e mesa, violão sem as duas primeiras cordas como contra baixo, piano desafinado, etc.
Assim, brincávamos de fazer banda na própria escola, que funcionava em regime de internato. 

Você concordo que a música é uma ferramenta para a inclusão social?
Com certeza! A música é fundamental na inclusão da pessoa com deficiência nas mais diversas áreas artísticas. Pois o que conta não é a deficiência, mas sim o talento e profissionalismo. E a Tribo De Jah é exemplo disso.
      
Por onde vocês já fizeram shows?
No decorrer de trinta anos, já viajou todo o Brasil, e diversos países, dividindo palcos com os mais renomados cantores e bandas de reggae e outros gêneros musicais. Já participamos de vários programas de rádio e televisão dentro e fora do Brasil, sem falar nas palestras que somos chamados para falarmos um pouco da nossa trajetória.

Nos conte sobre o novo CD!
Nós acabamos de gravar o décimo sexto CD - Confissões de um Velho Regueiro -, comemorando os trinta anos da Tribo De Jah com 17 canções inéditas.
Esse trabalho vem marcar toda uma trajetória de lutas e conquistas de um grupo de pessoas com e sem deficiências, mas nos mesmos propósitos e ideais, de através da música, levar ao mundo mensagens de amor, igualdade, paz, e respeito uns pelos outros.


       

Fonte: cantinhodoscadeirantes.com.br

Nenhum comentário: