terça-feira, 22 de novembro de 2016

Você Namoraria uma Pessoa com Deficiência? Claro que Sim, só que Não!!!

texto de Damião Marcos e Carolina Câmara

Você namoraria uma pessoa com deficiência??????

Você Namoraria uma Pessoa com Deficiência? Claro que Sim, só que Não!!!

Pensa bem antes de responder, seja sincero com você mesmo!!!!!

Você namoraria uma pessoa com deficiência??????

Para você não tentar me enrolar, agora, falando que não sabe, é algo pessoal, tem que rolar química, sentimento e blábláblá… Vou simplificar a pergunta: você está em uma balada, vê uma pessoa bonita, atraente, interessante e descobre que a pessoa tem uma certa dificuldade para andar.
E aí, você vai ficar com a pessoa?????

Outra situação: com a internet, os aplicativos para conhecer pessoas, você encontra uma pessoa lá, passam dias conversando, o papo é ótimo, tudo é incrível, as fotos são lindas, tudo perfeito!!! Aí, vocês marcam um encontro, então descobre que a pessoa tem uma deficiência, é cadeirante e ai???

Você se permite, continuar conhecendo a pessoa? A cadeira de rodas é assim algo que faz a diferença, mas não impede de ter qualquer coisa com a pessoa. Ou a cadeira é sim uma grande barreira e não rola nada mesmo. E aí? Eu te pergunto, qual é a sua reação????

Sem hipocrisia, não queremos julgar, você pode, não querer ter um parceiro (a) com alguma deficiência, não te atrai ou você quer do seu lado, uma pessoa sem nenhum limite aparente... Beleza!!!! Você tem todo direito de escolher, ficar, casar com quem você quiser. No entanto você tem que ser honesto, franco, não fazer um belo discurso, porque é moralista e na pratica ser um outro ser humano, completamente diferente, oposto!!!

Agora, aproveitando o assunto, você que acha que não tem jeito de ter um relacionamento com uma pessoa com deficiência, beleza! Mas se você tiver a oportunidade de conhecer, conversar, ter algum tipo de relacionamento com alguém com deficiência, se permita. Vá conhecer de fato, veja como é, te garanto que você vai quebrar vários paradigmas. Perceber que a limitação nem sempre é aquilo que você pensa que é, talvez você descubra que tem mais limitações do que a pessoa com deficiência.

Enfim, não faça discurso politicamente correto, apenas porque é bonitinho e está na moda, seja verdadeiro. Mas também se permita conhecer o novo, isso sempre faz a gente aprender, se desenvolver e se transformar, para melhor e ainda diminui e muito o preconceito!!!

Nenhum comentário: