sábado, 24 de dezembro de 2016

Bronze nas Paralimpíadas, manauara leva ouro em Liga Nacional de vôlei

Laiana Batista defendeu o Sesi-SP, que venceu o ADP-GO por 3 sets a 0 na final da competição. Evento ocorreu neste final de semana, na capital paulista

Por GloboEsporte.com Manaus

                             Laiana Rodrigues vôlei sentado (Foto: Antônio Lima/Sejel)
         Laiana Rodrigues foi campeão da Liga Nacional do vôlei sentado (Foto: Antônio Lima/Sejel)

A paratleta Laiana Batista não precisava provar mais nada este ano. No entanto, após conquistar a medalha de bronze nas Paralimpíadas de vôlei sentado, a amazonense, para fechar 2016 em grande estilo, faturou, neste fim de semana, o primeiro lugar na edição de estreia da Liga Nacional Feminina de Paravôlei. A manauara defendeu a equipe do Sesi-SP e retorna a Manaus na próxima quinta-feira, para uma um período de férias.

A equipe de Laiana disputou a final contra o ADP-GO e venceu após marcar 3 sets 0 (parciais de 25-7/ 25-23/ 25-17).

- O melhor de tudo é retornar do bronze das Paralimpíadas e ser acolhida por uma equipe tão grande como é o Sesi, que é onze vezes campeã de uma competição nacional. Então eu já estava me sentindo uma vitoriosa por isso e quando cheguei em São Paulo fui super bem recebida pelo time, com muito carinho, foi muito legal - disse.

Laiana participou da competição nacional como titular, a convite da comissão técnica do Sesi/SP. Os planos, agora, é descansar nos próximos meses e recarregar as baterias para a temporada 2017, que promete muitas pontes aéreas de Manaus a São Paulo. Além disso, a missão da paratleta para o novo ano será continuar na seleção canarinho e ir construindo um caminho sólido até as próximas paralimpíadas.

- A minha comissão técnica do Sesi, Ronaldo Oliveira e o professor Célio, disseram que estavam confiando em mim e que eu iria ser a titular da equipe, e eu fiquei muito honrada, feliz ao extremo mesmo. Fui lá e não decepcionei, graças a Deus. Agora, chegando em Manaus, o momento será de férias. Retorno dia 6 de fevereiro e dia 15 venho para o Sesi treinar. Vou começar um novo ciclo, de campeonatos nacionais, internacionais e a busca sempre é por melhores resultados. Mas uma coisa é certeza, eu vou continuar a minha missão de me manter na seleção Brasileira e é cedo para falar de Tóquio 2020, mas estarei empenhada sempre - destacou.


Nenhum comentário: