sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Cadeirante morto a facadas no RS tinha deficiência mental, diz delegado

Crime aconteceu nesta quarta na casa da vítima em Novo Hamburgo.Polícia procura pelo irmão do cadeirante e a cunhada dele.

Do G1 RS

                               Resultado de imagem para Cadeirante morto a facadas no RS tinha deficiência mental, diz delegado

O cadeirante de 40 anos morto a facadas na noite desta quarta-feira (21) em Novo Hamburgo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, tinha uma deficiência mental, segundo informou o delegado Enizaldo Plentz, responsável pelo caso. Um jovem de 21 anos foi preso e confessou o crime.

"Ele tinha uma mentalidade infantil. Tinha uma mente de criança", disse o delegado.

A polícia procura pelo irmão do cadeirante e a cunhada dele, que não foram encontrados. Apesar de suspeitar que o homem possa ter sido mandante do crime, o delegado diz que até o momento só pode comprovar uma suposta negligência por parte do casal. "Estamos ouvindo testemunhas, e é só isso o que temos até agora", disse.

Mais cedo, Plentz havia dito que a vítima sofreu mais de 30 golpes. "Pessoalmente, conheço a família", adiantou. "A mãe deles faleceu há um tempo atrás, e tinha uma suspeita, mas as pessoas têm medo de denunciar. Ele queria se apossar do terreno, da herança", completou.

Plentz ainda disse que o homem que confessou o crime estava sob efeito de bebidas alcoólicas e drogas ilícitas. "Assumiu que matou", relatou. Ele já foi preso por estupro.

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário: