sábado, 10 de dezembro de 2016

Conselho de Atletas eleito após os Jogos Rio 2016 faz primeira reunião, no CT Paralímpico

Por CPB

Leandro Martins/CPB/MPIX
Imagem

A sexta-feira, 9, marcou a primeira reunião do novo Conselho de Atletas do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). O grupo, eleito após os Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro, teve a primeira conversa com o presidente Andrew Parsons e definiu as diretrizes iniciais do trabalho que seguirá até o fim deste ciclo, em Tóquio 2020. O encontro ocorreu no palco dos Jogos Paralímpicos Universitários, no CT Paralímpico Brasileiro, em São Paulo.

A equipe é formada por Marcos Ferreira (futebol de 7), Natália Mayara (tênis em cadeira de rodas), Fernando Aranha (triatlo), Ádria dos Santos (atletismo) e Lúcia Teixeira (judô). Renato Leite (vôlei sentado) é o vice-presidente, enquanto Simone Rocha (goalball) foi reeleita à presidência.

"A reunião foi boa para que o conselho reeleito em setembro começasse a definir os planos para o próximo quadriênio. Este encontro foi bom para entrosamento dos membros e em breve devemos alinhar um novo para definir as diretrizes para o grupo que foi eleito agora para os próximos anos. Foi mais para que o conselho passasse a ser conselho de fato", disse Simone, que liderou também o grupo no ciclo desde Londres 2012 até o Rio 2016.

"A ação do Conselho de Atletas é fundamental para o desenvolvimento do esporte paralímpico no Brasil, assim como é muito positiva a proximidade que o grupo tem com a diretoria executiva do Comitê Paralímpico Brasileiro, já que nós temos o entendimento de que são eles os atores principais e peças fundamentais no processo", disse Andrew Parsons, presidente do CPB e vice-presidente do Comitê Paralímpico Internacional (IPC, em inglês).

O Conselho de Atletas
Criado em 2009, o Conselho de Atletas (CA) tem como objetivo a representação dos atletas dentro do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). Os membros do Conselho devem ter diálogo aberto com a diretoria executiva do CPB, levantando questões, desenvolvendo projetos e fomentando discussões, sempre em prol dos atletas e do Movimento Paralímpico.

Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: