domingo, 4 de dezembro de 2016

Sergio Oliva comemora ano vitorioso e relembra emoção compartilhar medalhas com torcedores

Por CPB

Marco Antônio Teixeira/CPB/MPIX
Imagem
Sergio Oliva conquistou duas medalhas de bronze para o Brasil nos Jogos Paralímpicos Rio 2016

O hipismo brasileiro só tinha duas medalhas em Jogos Paralímpicos até este ano. Antes de setembro, apenas Marcos Alves, o Joca, havia levado dois bronzes em Pequim 2008. Em 2016, Sergio Oliva colocou o nome entre medalhistas da modalidade ao igualar a campanha do companheiro de Seleção e faturar duas medalhas de bronze nos Jogos Rio 2016. Sergio é um dos homenageados no Prêmio Paralímpicos 2016, dia 7 de dezembro, no Rio de Janeiro.

O cavaleiro participou de cinco competições internacionais nesta temporada, contando com os Jogos Paralímpicos, e subiu ao pódio em quatro delas. O desempenho, para ele, foi o planejado com a comissão técnica.

"O ano foi muito bom. Cumpri todas as metas que definimos com a equipe, subi no pódio em quatro das cinco competições internacionais que participei e meu sonho como atleta foi realizado nos Jogos Rio 2016", definiu.

Para Sergio, a melhor sensação do ano, ao lado da conquista das medalhas, foi o contato com os espectadores brasileiros na arena. "Foi emocionante estar em casa representando a nação. A gente depende do silêncio para concentração e a torcida fez isso também. E gostei muito de estar por perto e porder mostrar minhas medalhas, comemorar com os torcedores", relembrou.

A campanha foi, junto com a de 2008, a melhor do time equestre brasileiro. Por isso, o cavaleiro acredita que tenha marcado a modalidade com o desempenho. "Este foi um ano histórico para mim. Termino a temporada feliz por ter ido bem no meu esporte e por ter igualado a campanha do Joca [Marcos Alves], um cara tão importante para o hipismo", observou Sergio.

Assessoria de imprensa do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)


Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: