segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Ymanitu Geon resume o ano de 2016: "Sem dúvida nenhuma essa foi a minha melhor temporada".

Por CPB

Cleber Mendes/MPIX/CPB
Imagem
O tenista Cleber Ymanitu Geon em ação durante os Jogos Paralímpicos Rio 2016

Atleta do tênis de em cadeira de rodas há nove anos, a temporada de 2016 foi especial para o catarinense Ymanitu Geon. Na sua estreia em Jogos Paralímpicos, ele conquistou o quinto lugar no individual da categoria Quad no Rio de Janeiro, disputado no mês de setembro.

"Sem dúvida nenhuma essa foi a minha melhor temporada. Fiz torneios excelentes, conquistei o ouro na Copa Guga Kuerten e cheguei nos Jogos Paralímpicos Rio 2016 como 16º do ranking e saí de lá com o quinto lugar da competição, não poderia ter sido melhor, eu coloquei o meu nome na história", comemorou.

Os dias no Rio de Janeiro são guardados na memória do tenista com muito carinho. Tendo uma vasta bagagem em torneios internacionais, Ymanitu nunca tinha presenciado uma torcida tão calorosa como a que compareceu no Parque Olímpico.

"Eu estou acostumado a participar de Circuitos Mundiais e poder participar de uma competição de alto nível como foi no Rio de Janeiro, com uma arena lotada e depois das partidas todos querendo falar comigo, tirar uma foto, pedir um autografo, foi a realização de um sonho", concluiu.

A história de Ymanitu com o tênis é antiga. Desde os 10 anos ele praticava a modalidade. Porém, pouco antes dos 20 anos, ele parou de jogar. A migração para o tênis em cadeira de rodas aconteceu em 2007 quando o catarinense sofreu um acidente de carro e ficou tetraplégico. Durante a reabilitação, conheceu a modalidade e se encantou.

Assessoria de Imprensa do Comitê Paralímpico Brasileiro (imp@cpb.org.br)

Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: