quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Braille Bricks auxiliam na alfabetização de crianças cegas -Veja o vídeo.

   Foto: Divulgação
   A imagem com fundo claro mostra os Braille Bricks. Há uma caixa do brinquedo que está entreaberta mostrando algumas peças de dentro. Algumas peças do brinquedo também estão espalhadas do lado de fora da caixa, em seu lado direito. Fim da descrição.

Ontem comemorou-se o Dia Mundial do Braile, e para comemorar essa data, vamos falar sobre o Braille Bricks, uma importante ferramenta para trabalhar a inclusão de alunos com deficiência visual nas escolas de todo o mundo, por despertar o aspecto lúdico e tátil das crianças, uma vez que complementam o uso de livros e apostilas na alfabetização. Pensando nisso, a LewLara\TBWA criou o Braille Bricks, um alfabeto em braile desenvolvido a partir de peças clássicas de blocos de montar.



O projeto, utilizado pela Fundação Dorina Nowill para Cegos, se transformou em um mini documentário, que tem por objetivo mobilizar a sociedade, já que o produto ainda não está disponível para venda. No entanto, o projeto pode ser consultado de forma gratuita no site Creative Commons, e fabricantes interessados podem reproduzir as peças. Para que o projeto chegue até os fabricantes, foi lançada a hashtag #BrailleBricksForAll nas redes sociais. A sociedade pode torná-la conhecida e convencer marcas de brinquedos a produzir o produto para crianças de todo o mundo.

O projeto

A ideia nasceu a partir de um insight da primeira observação do alfabeto braile, o qual é semelhante às peças plásticas de montar, que seguem o padrão 3x2 pinos. A partir dessa referência, Leandro Pinheiro e Ulisses Razaboni tiveram o desafio de buscar peças originais com as cores clássicas da marca pioneira. Toda a ação, desde a ideia até a produção das peças, levou mais de um ano.

Com o projeto finalizado, a agência entregou o brinquedo adaptado para crianças com deficiência visual de 7 a 10 anos de idade. O uso do Braille Bricks foi filmado e transformado em um mini documentário, que mostra as reações reais das crianças, a funcionalidade do novo recurso e os resultados gerados para os alunos. Para conhecer mais sobre o projeto, acesse: braillebricks.com.br.


Nenhum comentário: