terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Comitê Paralímpico Internacional anuncia as nove etapas do Grand Prix de atletismo; Brasil recebe a terceira delas

Por CPB

Marcio Rodrigues/CPB/MPIX

Imagem
Na foto, Yohanson Nascimento em disputa no Open 2016, campeonato que faz parte do Grand Prix do IPC

O Comitê Paralímpico Internacional (IPC, sigla em inglês) anunciou que em 2017 nove etapas do Grand Prix de atletismo paralímpico serão realizadas em 12 semanas. A novidade do ano será a competição em Paris, França. As disputas na modalidade atingirão o clímax em julho, de 14 a 23, em Londres, no Mundial de Atletismo Paralímpico.

O Brasil mais uma vez será sede de uma das etapas do Grand Prix. De 20 a 22 de abril, em São Paulo, alguns dos mais renomados atletas da modalidade disputam as provas durante o Open Internacional de Atletismo e Natação. A competição será toda realizada no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro e será a terceira etapa do ano.

Antes de chegar à capital paulista, contudo, o Grand Prix estreia em Dubai (UAE), de 20 a 23 de março. De lá, parte para a Tunísia, de 13 a 15 de abril.

Em maio, as disputas passarão por três continentes. De 5 a 7, Rieti, na Itália, será a sede. Uma semana depois, dias 12 e 13, é a vez do Arizona, nos Estados Unidos, receber o campeonato. Pequim, na China, realiza o Grand Prix de 13 a 15. O mês será encerrado com as provas em Paris, nos dias 30 e 31.

As duas últimas etapas do ano serão disputadas em junho. De 2 a 5, a rápida pista de Nottwil, na Suíça, é o palco da competição. O encerramento do Grand Prix 2017 será na capital alemã, Berlim, nos dias 17 e 18 de junho, pouco menos de um mês antes do Mundial de Londres.

Para o diretor de esportes de verão do IPC, Ryan Montgomery, o Grand Prix 2017 seguirá o sucesso do último ano, no qual atletas de todo o mundo mostraram sua capacidade nas pistas de vários países. "Acompanhando o sucesso dos Jogos Rio 2016, onde os competidores elevaram suas performances a novos patamares, o Grand Prix 2017 vai trazer muitos grandes atletas a caminho do Mundial de Londres", disse.

O Grand Prix de atletismo paralímpico foi realizado pela primeira vez em 2013. No primeiro ano, pouco mais de mil atletas de 67 países disputaram as dez etapas da temporada. No ano passado, quase dois mil competidores passaram por alguma das dez competições do calendário.

Com informações do Comitê Paralímpico Internacional (IPC)

Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: