sábado, 14 de janeiro de 2017

FANTASIAS SEXUAIS: Todos podem realizar!



Chega daquele velho discurso de que "a sexualidade das pessoas com deficiência ainda é um tabu"; As pessoas com deficiência fazem sexo e GOSTAM de fazer, assim como todo mundo gosta.

Pode até existir uma diferença ou outra, mas todas as pessoas transam/fazem amor pelos mesmos motivos: ter prazer, relaxar, se divertir e apimentar a relação. 

Qualquer um pode ter diferentes desejos e fetiches... Mas, será que um deficiente também consegue realizar suas fantasias sexuais? 

Para responder esta pergunta, convidei seis amigos para contar sobre algumas de suas experiências e quem sabe, te dar algumas ideias para realizar as suas fantasias sexuais também!?! 

Confira:

RAQUEL - NASCEU COM MIELOMENINGOCELE


"...Sou casada, e para apimentar a relação vale tudo. Meu marido e eu já realizamos algumas fantasias bem inusitadas como por exemplo fazer amor perto de outras pessoas, correndo o risco de sermos pegos... 

Na verdade, tudo aconteceu num passeio em família. Fomos todos dormir e tivemos que ficar dividindo as camas, e eu fiquei entre meus pais e meu amado. Estava tudo escuro e meu pai já roncava quado minha mão repousou verdadeiramente inocente na altura do umbigo de meu amado que já dormia. Percebi que o lençol dele estava um pouco mais elevado e passei a mão por cima... Quando notei, já estava fazendo justiça com minhas próprias mãos e boca nele. 

Também já nos inspiramos no livro "50 tons de cinza"... Um dia eu estava lavando a louça e meu esposo veio por trás e puxou suavemente meu cabelo pra poder me beijar de uma forma mega intensa que me deixou sem fôlego... Me pegou em seus braços e me levou pro quarto, fazendo tudo de forma que lembrava a história, foi tão intenso e selvagem que eu realmente enlouqueci. Foi ótimo!

Mesmo que eu não tenha tanta sensibilidade, eu me dedico 100% ao prazer do meu esposo, pois eu também sinto um enorme prazer ao vê-lo sentindo prazer também..."

~*~

CARLOS - PERDEU A VISÃO COM 9 ANOS DE IDADE

"...
Quando eu era jovem, realmente era muito tímido e tinha medo/vergonha das mulheres não gostarem do meu jeito de fazer sexo, mesmo que eu não fazia nada de diferente do que os outros homens. Mesmo assim, fui tendo algumas relações sexuais as quais me deixaram mais seguro com o tempo e também me ajudaram a descobrir o que eu gostava.

Alguns anos atrás eu entrei para um grupo de BDSN, sou sadomasoquista. Foi aí que descobri o prazer sexual de dominar uma parceira, mesmo não enxergando. Só de ouvi-las implorar para que eu continue e de sentí-las submissas, eu fico muito satisfeito.

Hoje sou casado, minha mulher também fazia parte deste grupo e fazem 6 meses que tivemos nosso primeiro filho. 

E é claro, nos não deixamos de fazer o que gostamos..." 

~*~

NATHÁLIA - USA MULETAS DESDE CRIANÇA

"Nunca tive muitas fantasias, mas ainda quero fazer amor dentro da piscina, só que ainda não tive oportunidade. Já fiz amor dentro do carro e embaixo do chuveiro. Pode parecer algo simples, mas é maravilhoso e ótimo para sair da rotina.


Tenho algumas cicatrizes no corpo, as quais me incomodam bastante, mas acho que muito do receio vem da minha própria cabeça. 


O meu atual namorado um dia me.disse que experimentava mais posições comigo do que quando namorava uma mulher "normal" (risos).


Acho que além do sexo, outros detalhes também são importantes, sempre tento ficar cheirosa, com cabelo bonito, passo hidratante no corpo, me cuido..."

~*~


ROBERTO - FAZEM 12 ANOS QUE SE TORNOU TETRAPLÉGICO  

"...Sempre fui bem louco e mesmo depois do acidente eu vivo intensamente como eu posso. Não faz muito tempo que fiz uma "loucura", fui pro motel com três gurias, tudo no mesmo quarto, todos fazendo sexo ao mesmo tempo, ninguém ficou esperando e nem olhando, foi uma festa e lá ficamos a noite toda.

Eu nunca tinha feito isso antes de ser cadeirante e as guria falaram que se eu caminhava não ia fazer gostoso como foi.

Se me dissessem anos atrás que eu iria conseguir fazer isso, pode ser que eu não acreditaria. Mas hoje eu vejo que parte do nosso preconceito vem da gente mesmo. Hoje eu não fico pensando se consigo ou não, eu simplesmente tento e aproveito..."


~*~

JAQUELINE - TEVE UMA LESÃO MEDULAR QUE A DEIXOU PARAPLÉGICA

"...Me chamo Jaqueline e dez anos atrás sofri um acidente e me tornei paraplégica.... 

Meu desejo sexual é todo voltado pra mulheres, acho homem sem graça. Então, eu acabo gostando de ver a menina com fantasias absurdamente pequenas de gatinha. Gosto de vê-la interpretar uma gatinha bem submissa e quanto maior e mais alta for a moça, mais eu acho divertido a dominar. 

Gosto de usar coleiras, cordas, algemas, mordaças (amo mordaças) e minha deficiência nunca atrapalhou nessas horas. 

Não tenho fantasias que eu não consiga fazer... Pensando bem, tenho sim! Acho lindo o "lap dance" onde a parceira fica dançando praticamente no colo da outra e eu queria ser a menina que fica dançando, mas já me contento em ser a mina de baixo (Ô se me contento, é uma delicia)..."


~*~

ANA CLÁUDIA - PARALISIA CEREBRAL

"Meu nome é Ana, tenho 31 anos e uso cadeira de rodas.
Já fui casada por 4 anos, depois que me separei o corpo começou a implorar por sexo, isso que antes eu nunca tinha tanta vontade. Até que um dia, minha amiga me chamou para ir em uma casa de swing (balda com sexo liberado) e eu aceitei, pois tinha curiosidade para conhecer... Fui duas vezes lá só para beber e dançar, na terceira fiquei com um cara e quase fui pra cama com ele, mas na quarta vez fomos em outro swing e lá eu não resisti e aceitei ir pra cama com outro homem. Porém, eu não tinha como chegar com minha cadeira de rodas até os quartos porque haviam muitos degraus... Mas, acabei indo no colo do meu parceiro, passando pelo meio do pessoal dançando e tudo, até chegar no quarto... Aquela noite foi muito surreal, eu acabei transando com ele e várias pessoas olhando a gente e uns até querendo participar... Depois disso, sai de lá me sentindo bem e ciente de que a minha deficiência não me impede em aproveitar a vida da forma que eu quiser..."


E você, tem alguma fantasia sexual? Que tal realizar e depois contar pra gente como foi?! Basta enviar um email para cantinhodoscadeirantes@hotmail.com

Nenhum comentário: