sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Na Ucrânia, brasileiros alcançam índice do IPC para os Jogos de Inverno no esqui cross country

Por CPB

Divulgação/CBDN
Imagem
Thomaz Moraes, de 15 anos, estreou na temporada do hemisfério norte

Com a proximidade dos Jogos Paralímpicos de PyeongChang 2018, a equipe brasileira de Para Cross Country aumenta a intensidade de sua preparação na neve. Thomaz Moraes, Fernando Aranha e Aline Rocha estrearam oficialmente na temporada do hemisfério norte em três provas válidas pela Copa do Mundo de Para Cross Country, em Western Center (Ucrânia). Enquanto Aline ficou bem perto de registrar o índice técnico para classificação aos Jogos, Fernando Aranha e o jovem Thomaz Moraes, de 15 anos, alcançaram a marca.

O trio brasileiro competiu nos dias 13, 15 e 16 nas provas de Distance. A melhor performance de Fernando, Thomaz e Aline foi na segunda-feira, 16. Enquanto a esquiadora fez o índice de 198,71 pontos na prova e ficou muito próxima da marca exigida pelo IPC (Comitê Paralímpico Internacional, sigla em inglês), Fernando e Thomaz fizeram, respectivamente, 145,23 e 118,03 pontos na prova.

Para que um atleta se torne elegível aos Jogos Paralímpicos de Inverno de 2018, precisam completar a disputa com, no máximo, 180 pontos. Todos aqueles que aspiram a uma vaga na competição precisam alcançar o índice estabelecido pelo IPC até o começo de 2018 em provas chanceladas pela entidade.

Fernando Aranha e Aline Rocha competem na classe Sitting, destinado a cadeirantes. Jé Thomaz é esquiador da classe Standing, com atletas que conseguem ficar de pé sobre os esquis.

Com informações da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN)

Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: