quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Bloco inclusivo vai às ruas no próximo domingo em Brasília

Foto: Reprodução/Facebook
A imagem está no formato retangular na horizontal. Nela contém um bloquinho de rua, com pessoas caminhando segurando cartazes com críticas à falta de acessibilidade para pessoas com deficiência. Entre essas pessoas tem cadeirantes, surdos e cegos festejando o carnaval. Fim da descrição.
Legenda: Desde 2012 o Bloquinho Deficiente é a Mãe sai as ruas para festejar

Quem perdeu os bloquinhos de rua, ainda está em tempo de curtir em Brasília o O Bloco carnavalesco Deficiente é a Mãe , que é uma iniciativa do Fórum Permanente de Apoio e Defesa da Pessoa com Deficiência (FADEP-DF), como forma de incluir as pessoas com deficiência também no carnaval.

O 1º Bloco de carnaval formado por pessoas com deficiência, seus familiares e apoiadores saiu pela primeira vez no carnaval de 2012 e desde então marca presença todos os anos tendo, a cada ano, um aumento na participação de pessoas com as mais variadas deficiências.

O bloco sai junto com o Pacotão e aproveita a irreverência do bloco tradicional para também fazer críticas em relação às situações vividas pelo segmento e criticar a falta de ações do governo em fazer cumprir as leis que beneficiam as pessoas com deficiência.

Neste ano é esperado cerca de 100 pessoas participar dessa festa, que será no próximo domingo a partir das 14h até as 20h com concentração na 302 Norte, em Brasília (DF), local onde tradicionalmente se reúnem os integrantes do Pacotão.

Nenhum comentário: