segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Crianças com deficiência visual vão ao cinema em São José dos Campos

Duas das 13 crianças nunca tinham ido ao shopping e ao cinema. Crianças são de projeto do Provisão; seis delas possuem cegueira total.

Camilla Motta Do G1 Vale do Paraíba e Região

Thaynara com a profissional que narrou o filme para ela (Foto: Camilla Motta/G1)
Thaynara, 10 anos, foi pela primeira vez ao shopping e ao cinema (Foto: Camilla Motta/G1)

Uma sessão de cinema mudou a rotina de crianças com algum tipo de deficiência visual na tarde desta quarta-feira (14) em um shopping de São José dos Campos (SP). Das 13 crianças, seis são cegas e sete tem baixa visão em diferentes níveis. Duas nunca tinham ido ao shopping, nem ao cinema.

Ao chegar no shopping por volta das 14h, o primeiro pedido das crianças, que fazem parte do Centro de Reabilitação do Provisão, foi andar de escada rolante, já que algumas nunca tinham andado. Em seguida, uma pausa para o sorvete enquanto aguardavam o horário para assistir o filme infantil "Pets - A Vida Secreta dos Bichos".

Aos 11 anos, Kauã Assis, que tem baixa visão, não conseguia conter a ansiedade de estar em um shopping pela primeira vez. "Meu pai não tem carro. Então a gente nunca veio, mas hoje eu consegui andar de escada rolante e deu um friozinho na barriga. Agora vou poder contar que já vi um filme no cinema", comemorou o morador de Caçapava, cidade vizinha de São José.

Ele faz tratamento no Provisão há cerca de um ano, onde tem consultas com psicólogos e fonoaudiólogos, além de fazer aulas de judô. A família procurou ajuda para ele conseguir lidar com o bullying que sofria na escola.

                         Crianças com deficiência visual vão ao cinema em São José dos Campos  (Foto: Camilla Motta/G1)
                      Grupo de 13 crianças visitou shopping na zona sul (Foto: Camilla Motta/G1)

"Eu estava deprimido. A turma ria de mim porque eu usava óculos e sou muito magro. Eu só enxergo com o olho esquerdo e como muito, mas não consigo engordar. Mas agora, aprendi no Provisão a não ligar mais e voltei a ficar feliz", completou. Inicialmente, ele fazia o tratamento 3 vezes por semana, com a melhora, passou a fazer uma vez na semana.

Quem também tem novas histórias para contar é a Thaynara da Silva, de 10 anos, que tem cegueira. Para passear pela primeira vez no shopping, ela escolheu um vestido florido, usou brincos e um anel em forma de laço.

"Tudo eu que escolhi. Sou vaidosa, sempre faço tudo sozinha", contou. No Provisão, ela faz aulas de braile e até teclado e bateria. Na escola, a brincadeira que ela mais gosta é correr.

Apaixonada por animais, ela estava ansiosa pelo filme. Durante a espera, contou a todos que tem dois cachorros, dois gatos e cinco passarinhos na casa dela. Ao entrar na sala de cinema, ela foi descobrindo o novo ambiente e se encantou com a imensidão. "Tudo é tão grande, subimos vários degraus e a tela é enorme. Já gostava de filme em casa, mas aqui é mais legal. É melhor do que eu tinha pensado", completou.

Acessibilidade
Para as crianças que não têm nada de visão, sete profissionais do Provisão sentaram ao lado de cada criança para descrever as cenas que não têm áudio.

A fisioterapeuta Liliane Leovanca afirma que dentre as atividades propostas para os deficientes estão as atividades em meio social. Recentemente, eles foram na feira livre conhecer as frutas e verduras.

"É algo tão comum para qualquer pessoa, mas eles não conhecem. Este trabalho é importante também para as pessoas verem que existem pessoas com deficiências e que elas precisam ser acolhidas. Vir ao shopping não é realidade para muitos por questão sócio econômica e também por acessibilidade", afirmou.

O Centro de Reabilitação do Provisão atende 240 pessoas, entre crianças, adolescentes e adultos do Vale do Paraíba. As atividades oferecidas são da área da saúde, educação e esporte.

Igor de Oliveira Simões, de 10 anos, também estava ansioso para assistir o filme com o grupo (Foto: Camilla Motta/G1)
Igor de Oliveira Simões, de 10 anos, está entre os deficientes visuais que foram ao cinema (Foto: Camilla Motta/G1)

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário: