domingo, 19 de fevereiro de 2017

Em um mês, nova gestão avança em acessibilidade e zeladoria com novas ações e programas para São Paulo

Reforma do passeio público, seminário sobre Direitos das Pessoas com Deficiência e reparos de calçadas são algumas ações realizadas no mandato de João Doria

Imagem do post

Em 30 dias de trabalho, a atual gestão da Prefeitura de São Paulo apresentou 16 novos programas de atuação na cidade garantindo melhores condições para a população da capital. Entre as ações, foram realizadas revitalizações de praças e parques, redução na fila de exames médicos, reforma do passeio público, capacitação de gestores públicos, redução de gastos e vistorias para implementação de acessibilidade.

Lançado na primeira semana da gestão, o programa “Calçada Nova – Mutirão Mário Covas” tem como principal objetivo promover a recuperação das calçadas junto à população. A ação, realizada todo domingo, já atuou nas regiões do M´Boi Mirim, Itaim Paulista, Vila Maria e Jardim Raposo Tavares.

Para o secretário municipal da Pessoa com Deficiência, Cid Torquato, o maior compromisso de sua administração é zelar pela acessibilidade: “A cidade já tem mais de 2,5 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência. E, de acordo com algumas pesquisas, o maior impeditivo das pessoas com deficiência na sociedade em geral é a questão da acessibilidade. Estamos semeando algo muito importante, e vamos dar um passo na construção de uma São Paulo muito mais acessível” completou o secretário.

Com foco em instruir gestores públicos municipais sobre a importância do cumprimento de políticas públicas para a pessoa com deficiência, a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED), organizou no dia 19 de janeiro, o “Seminário de Capacitação de Secretários Municipais e Prefeitos Regionais sobre Acessibilidade e Direitos da Pessoa com Deficiência”, em que reuniu mais de 100 funcionários municipais que receberam orientações da Comissão Permanente de Acessibilidade (CPA), órgão vinculado a SMPED, para certificar o cumprimento do acesso das pessoas com deficiências em todas as Prefeituras Regionais da cidade.

Além dessas ações, a SMPED manteve seus projetos como o Selo de Acessibilidade, que testa que a edificação é adequada para pessoas com deficiência, conforme o estabelecido no Decreto 45.552/2004. A CPA também fez vistorias para verificação das condições de acessibilidade para pessoas com deficiência em agências bancárias, Unidades Básicas de Saúde e espaços para shows como Citibank Hall e Espaço das Américas. Ainda, a participação da Secretaria nos 463 anos da cidade de São Paulo, marcou esta gestão. A programação contou com maratona circense, leitura de poemas e teatro com interpretação de Libras.

Nenhum comentário: