quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Essa colher robótica pode mudar a vida de pessoas com deficiência - Veja o vídeo.

Foto: Giphy 

lift1

Comer com as próprias mãos parece uma tarefa tão simples que dificilmente pensamos a respeito dela. Porém, para algumas pessoas, levar uma colher até a boca pode se tornar um verdadeiro suplício, devido a problemas de mobilidade. Uma nova linha de talheres promete auxilar estas pessoas a ganhar mais confiança e independência para se alimentar sozinhas.

A proposta é da empresa Liftware, que criou dois utensílios visando pessoas com diferentes tipos de problemas de mobilidade. O primeiro deles é voltado para aqueles que sofrem com tremores constantes, como pacientes que possuem Doença de Parkinson, por exemplo.

Com o nome de Liftware Steady, o talher é equipado com uma tecnologia capaz de detectar o tremor e estabilizar o movimento do utensílio fazendo com ele trema 70% menos do que a mão do usuário. O dispositivo de estabilização contém sensores que detectam os movimentos não intencionais e movem o talher na direção oposta automaticamente, diminuindo o impacto do tremor – e evitando que a comida seja derrubada.

Olha só a colher em uso:



O outro dispositivo foi pensado para aquelas pessoas que possuem dificuldade de mobilidade. Apelidado de Liftware Level, o talher é equipado com sensores que nivelam a altura do utensílio automaticamente para facilitar seu manuseio. Dessa forma, ele pode se curvar sozinho para que uma pessoa se alimente mais facilmente.

Os utensílios são movidos a bateria recarregável, com autonomia de cerca de uma hora de uso. Segundo o site da empresa, esse tempo seria suficiente para que uma pessoa realizasse três refeições antes de recarregar o aparelho.
Ambos produtos estão à venda pelo valor de US$ 195 cada (cerca de R$ 650), o que pode transformá-los em um luxo para poucos. Esse valor inclui um kit inicial com a base do utensílio e uma colher para ser acoplada a ele, além de um carregador. Também é possível comprar outros acessórios, como um garfo que pode se acoplado à base, substituindo a colher, por US$ 34,95 (cerca de R$ 120).

Nenhum comentário: