quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Jovem de 13 anos morre após passar mal durante aula de educação física

JOÃO CONRADO KNEIPP CAMPINAS

Reprodução | Facebook

Augusto Teve tontura

Um adolescente de 13 anos morreu após passar mal durante aula de educação física, na Escola Municipal Padre Melico Cândido Barbosa, anteontem, no Parque Tropical, em Campinas. Segundo a família, Augusto Viana Martos Alves sentiu tonturas e falta de ar e foi socorrido ao Hospital Celso Pierro, mas não resistiu após quatro paradas cardiorrespiratórias.

"Os colegas dele disseram que ele sentou na mureta da escola e não conseguia levantar. Os professores tentaram chamar o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas o Samu disse que iam demorar, aí levaram ele por conta para o hospital da PUC", afirmou a mãe de Augusto, Alzinete Viana Ferreira Alves, 49.

"Ele (Augusto) chegou falando no hospital. Aí chegou lá, teve quatro paradas cardiorrespiratórias. Morreu segurando a mão dele (do pai)", completou a mãe.
Ainda segundo ela, o jovem não tinha histórico de problemas cardíacos, era matriculado em uma escola de futebol da Ponte Preta e havia treinado pela manhã, antes da aula. "Mas ele fazia isso duas vezes por semana, nunca reclamou de dores ou tontura e nem nada", afirmou.

A Assessoria de Imprensa da Ponte Preta confirmou que Augusto era aluno inscrito, que havia treinado somente finalizações e que a escola exige de todo aluno um laudo médico liberando para a prática de atividades esportivas e o de Augusto data de 10 de janeiro. Uma homenagem será feita pela Macaca a ele no próximo jogo, sábado. Um funcionário do Samu informou que o responsável não estava e ninguém poderia responder à reportagem ontem à noite. As ligações ao celular da assessoria de imprensa da prefeitura não foram atendidas e não houve retorno a recado deixado.


Nenhum comentário: