terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Jovens com síndrome de Down caem na folia no carnaval paulistano

Foto: Reprodução/Facebook
A imagem está no formato retangular na horizontal. Nela contém participantes do dos Chefs especiais reunidos para a foto na quadra da escola de samba rosas de ouro e o chefe Henrique Fogaça está no meio deles. Todos estão vestidos com a camiseta da escola de samba e com um chapéu de cozinheiro. Fim da descrição.
Legenda: Chefs Especiais vão participar do carnaval 2017

Os alunos do Instituto Chefs Especiais vão invadir a avenida e agitar o carnaval de São Paulo. O projeto, que visa à inserção de pessoas com síndrome de Down na sociedade por meio da gastronomia, levará 20 jovens para desfilar na Rosas de Ouro, que fecha a segunda noite de carnaval paulistano.

Com o samba-enredo Saboreie!, que tem o objetivo de destacar a importância do convívio durante as refeições, a escola preparou um carro especial para os alunos desfilarem, ao lado do renomado chef Henrique Fogaça, antigo parceiro do Instituto.

A fantasia desses foliões mais que especiais conta com os tradicionais toques, os chapéus de cozinheiro, com o nome do Instituto, e a alegria dos alunos promete fechar o desfile com chave de ouro.

Fundado em 2006, o Instituto Chefs Especiais oferece aulas gratuitas de gastronomia para pessoas com síndrome de Down. A Friboi é a principal mantenedora do projeto, que já atendeu mais de 2.2000 alunos e organiza, mensalmente, oficinas com chefs renomados, como o próprio Henrique Fogaça, Carlos Bertolazzi, Guga Rocha e Arthur Sauer.

Fonte: revistaincluir.com.br

Nenhum comentário: