sábado, 4 de fevereiro de 2017

Temer comete gafe ao falar ‘portadores de deficiência’ em cerimônia no Planalto

Imagem Internet/Ilustrativa
Resultado de imagem para Temer comete gafe ao falar ‘portadores de deficiência’ em cerimônia no Plan

BRASÍLIA - Ao dar posse a Luislinda Valois como titular do Ministério dos Direitos Humanos, o presidente Michel Temer cometeu uma gafe, ao dizer que a pasta recriada pelo governo cuidará de ações para "portadores de deficiência", entre outros grupos. O termo já rendeu vaias a ex-presidente Dilma Rousseff por ser considerado pejorativo.

Portaria da antiga Secretaria de Direitos Humanos que era ligada à Presidência estabeleceu a nomenclatura "pessoas com deficiência" como adequada. Grupos que trabalham com o tema consideram o termo "portador" impreciso por se referir a algo que se "porta", ou seja temporário, quando a deficiência é na maior parte das vezes permanente. Além disso, é visto como algo que rotula a pessoa, reforçando o preconceito.

Durante a rápida cerimônia de posse no Palácio do Planalto, Temer elogiou Valois pelo ótimo trabalho no Judiciário da Bahia, de onde é desembargadora aposentada, sem dar detalhes da trajetória da nova ministra. Ao citar a situação dos refugiados como uma das preocupações no campo dos Direitos Humanos, o presidente explicou porque decidiu recriar a pasta:

Hoje (os direitos humanos) não são questões atinentes a um ou outro estado, essa matéria ultrapassou ultrapassou as fronteiras de cada país, por isso resolvemos recuperar o Ministério dos Direitos Humanos.

Para cá trouxemos todas aquelas atividades atinentes à cidadania, como igualdade racial, a questão dos portadores de deficiência, a questão das crianças e adolescentes, dos idosos. Trouxemos tudo isso para o ministério dos Direitos Humanos.

Fonte: oparana.com.br - Imagem Internet/Ilustrativa

Nenhum comentário: