segunda-feira, 20 de março de 2017

Filme baiano é selecionado para festival de cinema voltado para obras com acessibilidade - Veja o vídeo.

                        
A animação é inclusiva por meio de recursos como audiodescrição, subtitulação e janela de Libras

O curta-metragem de animação “Òrun Àiyé: a Criação do Mundo”, dirigido pelas cineastas baianas Jamile Coelho e Cintia Maria, foi selecionado para integrar a mostra competitiva do Festival VerOuvindo, que acontece entre 21 e 20 de abril, no Recife (PE).

O festival é voltado para filmes com acessibilidade comunicacional e premiará as obras com melhor locução e audiodescrição. “Òrun Àiyé”, que estreou em Salvador em janeiro de 2016, utiliza a técnica de stop motion para mostrar a jornada de Oxalá em sua grande missão, a criação do mundo. “Nós pensamos em contar essa história da cultura iorubá da maneira mais inclusiva possível. Por isso, buscamos incluir recursos de acessibilidade, como audiodescrição e legenda para surdos e ensurdecidos”, conta a diretora Jamile Coelho.

Além disso, a animação está disponível em seis idiomas: português, inglês, francês, espanhol, yorubá e Língua Brasileira de Sinais. O roteiro de audiodescrição é de Bárbara Carneiro, com revisão de Sandra Farias. Já a legenda para surdos e ensurdecidos é assinada por Erivaldo Marinho.

O filme já recebeu prêmios de Melhor Animação da Diáspora Africana, no Silicon Valley African Film Festival (Califórnia/EUA); Melhor Animação, no Largo Film Awards (Genebra/Suíça); e Melhor Direção de Arte, no Festival de Cinema de Três Passos, no Rio Grande do Sul.

Fontes: Jornal de Belmonte - turismoadaptado.wordpress.com

Nenhum comentário: