sexta-feira, 3 de março de 2017

Justiça paulista condena Metrô a indenizar cadeirante que caiu em estação

Funcionária utilizou a escada rolante para transportar mulher que caiu e se machucou

Da Agência Brasil

Thinkstock

Metrô terá que indenizar a cadeirante em R$ 10 mil por danos morais

A Justiça paulista condenou a Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) a indenizar uma cadeirante em R$ 10 mil por danos morais. A mulher sofreu um acidente na escada rolante de uma estação.

De acordo com os autos, a passageira precisava de ajuda para se locomover. Uma funcionária do Metrô a ajudou, no entanto, em vez de usar o elevador para transportá-la, utilizou a escada rolante. Durante o uso da escada, a vítima caiu e sofreu escoriações pelo corpo, principalmente nas pernas.

“Ao que tudo indica, a preposta não tomou a necessária cautela e menos ainda utilizou do caminho seguro, que seria o próprio elevador”, disse o relator do recurso, desembargador Carlos Henrique Abrão. “Incogitável se afirmar mera fatalidade, mas sim culpa, não apenas em razão da falta de utilização do elevador, mas também pelo manuseio da cadeira de rodas”, acrescentou.

Os desembargadores Melo Colombi e Maurício Pessoa também integraram a turma julgadora e acompanharam o voto do relator.

O Metrô disse, em nota, que a seguradora contratada pela companhia “arcará com o valor da indenização arbitrada pelo Poder Judiciário, cumprindo a decisão da Justiça”.

Nenhum comentário: