domingo, 5 de março de 2017

Lauro Chaman fatura duas medalhas no Mundial de Ciclismo de Pista, nos Estados Unidos

Por CPB

O brasileiro Lauro Chaman é um dos destaques do Mundial de Ciclismo de Pista paralímpico, disputado em Los Angeles, nos Estados Unidos. Até o momento, ele conquistou duas medalhas - sendo uma prata na perseguição individual e um bronze na prova de contrarrelógio de 1km, ambas na classe C5. Estas são as primeiras conquistas do Brasil em Mundiais no ciclo que levará aos Jogos de Tóquio 2020.

   Imagem

O bronze no contrarrelógio veio na sexta-feira, 3. Ele ficou com o terceiro posto após fechar o percurso com o tempo de 1min08s265 - atrás apenas do americano Christopher Murphy (1min07s056), e do ciclista britânico Jonathan Gildea (1min08s065), que foi o medalhista de prata.

Já a prata foi obtida na prova de perseguição individual. Após avançar à decisão com o melhor tempo, ele foi superado apenas na disputa pela medalha de ouro pelo britânico Jonathan Gildea. O brasileiro cravou o tempo de 4min38s494, enquanto o europeu registrou a marca de 4min36s509.

"A prova de perseguição é uma disputa que eu particularmente gosto bastante. É um conjunto de força e resistência onde qualquer segundo faz toda diferença. Faltou pouco para garantir o ouro, mas estou consciente da importância desse resultado e continuo motivado para seguir tentando o topo do pódio neste domingo”, disse Lauro Chaman.

O paulista de Araraquara refere-se à prova de scratch, que disputa neste domingo, 5. Ele tentará ficar entre os melhores em prova em que Soelito Gohr, também brasileiro, foi campeão em 2014.

Vale ressaltar que nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, Lauro já havia sido bem-sucedido. Ele obteve a medalha de prata na prova de estrada C5, além de ter sido bronze no contrarrelógio C4/C5.

Com informações da Confederação Brasileira de Ciclismo

Nenhum comentário: