sexta-feira, 10 de março de 2017

Memorial da Inclusão recebe obras de artistas com deficiência sobre o universo cósmico

                   Foto: Divulgação
                   A imagem está no formato retangular na horizontal. Nela contém um quadro de uma imagem abstrata dom várias cores misturadas. Fim da descrição.

Até o dia 31/03, de segunda a sexta, das 10h às 17h, o Memorial da Inclusão recebe a mostra Trajetória Artística do Instituto Olga Kos em comemoração aos 10 anos da fundação.

A exposição traz 12 obras entre telas e esculturas produzidos por alunos com deficiência intelectual com referência de artistas contemporâneos, como Takashi Fukushima, Caciporé e Yukata Toyota. O espaço está localizado na sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, na avenida Auro Soares de Moura Andrade, 564 - Portão 10, na Barra Funda.

No espaço estão expostas pinturas abstratas em tela com tinta acrílica e cores fortes e esculturas táteis para pessoas com deficiência visual poderem tatear produzidas em gesso, madeira e metal. Além de retratar o universo, os artistas moldaram em gesso os materiais usados na produção das obras. A exposição possui audiodescrição e impressão dos textos sobre as obras em fonte ampliada e braile.

Além da exposição, no dia 20/03, das 15h às 16h30, o Memorial da Inclusão recebe uma oficina da artista Maria Goret, que ensinará os artistas do Instituto Olga Kos a pintarem com a boca e os pés. A artista tem deficiência física e suas telas estarão expostas no mesmo local.


Nenhum comentário: