domingo, 23 de abril de 2017

Alessandro Rodrigo bate recorde mundial do lançamento de disco no Open Internacional

Imagem
Alessandro Rodrigo quebrou neste sábado, 22, o recorde mundial do lançamento de disco F11 (para cegos totais). O atual campeão paralímpico da prova obteve a nova marca durante o Open Internacional Loterias Caixa de Atletismo e Natação, no CT Brasileiro, em São Paulo. O evento se encerra neste domingo, 23.

O paulista registrou o lançamento de 44,66m e derrubou uma marca que perdurava desde 1998, do espanhol Alfonso Lopes-Fidalgo (44,44m). Desta maneira, ele ainda se garantiu no Mundial de Atletismo de Londres, em julho. Alessandro ficou cego após a manifestação de uma toxoplasmose, em 2009.

A sessão da tarde deste sábado também foi recheada de índices. Doze atletas atingiram o índice A estabelecido pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e garantiram vaga para o principal evento da temporada de 2017.

Petrúcio Ferreira, campeão paralímpico dos 100m da classe T47 (para amputados de braço), na tarde deste sábado, o paraibano aproximou-se do seu próprio recorde mundial dos 200m, que é de 21s49, e registrou a marca de 21s66, tempo que o coloca no topo do ranking mundial desta temporada. Kesley Josué foi outro a assegurar classificação para Londres. O atleta da classe T13 (baixa visão) cravou 22s06 - 22 centésimos abaixo do índice. Este será o primeiro Mundial de Kesley, que estreou pela Seleção nos Jogos do Rio 2016.

Correndo na mesma bateria, tanto Mateus Evangelista (T37) quanto Rodrigo Parreira (T36) atingiram índices dos 200m. O primeiro estabeleceu um novo recorde brasileiro para a sua classe, com o tempo de 23s35. Já Rodrigo cumpriu a distância dois centésimos mais rápido que o necessário para se classificar: fez 25s54. Edson Pinheiro (T38), também assegurou vaga no Mundial ao cravar 23s40.

Do campo ainda vieram os índices obtidos por Emerson dos Santos Lopes, João Luis dos Santos (ambos no disco, classe F46) e Jonas Licurgo, do lançamento de dardo F55. Os dois primeiros registraram respectivamente as marcas de 46,14m e 44,29m. O último fez 31,09m.

Paulo Henrique Andrade de Reis, da classe T13 (baixa visão), de apenas 18 anos, conquistou o índice A do salto em altura. Ele igualou o 1,81m necessário para a qualificação e fará em julho sua estreia em Mundial. Pela manhã, o destaque foi Ricardo Costa Oliveira. Após Thiago Paulino e Renata Bazone "inaugurarem" a lista de convocação na sexta-feira, 21, foi a vez de o saltador da classe T11 (cego total) carimbar seu passaporte, com um salto de 6,51m - apenas um centímetro a menos do que precisou para vencer o ouro nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016.

Outra a assegurar seu lugar foi Izabela Campos, no lançamento de dardo (F11), com 26,24m - novo recorde das Américas. A sessão deste sábado também contou com a estreia de Terezinha Guilhermina no salto em distância. A velocista competiu e ficou com a segunda posição da classe T11, com a marca de 4,46m. Ela ficou atrás apenas de Lorena Spoladore, campeã mundial da prova em Lyon 2013, que registrou 4,51m.

O Open conta com a presença de 316 atletas - 181 do atletismo e mais 135 da natação. Participarão representantes de Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Jamaica, México e Peru. A competição integra o calendário oficial do Comitê Paralímpico Internacional (IPC, na sigla em inglês) e é uma etapa da World Series de natação e do Grand Prix de atletismo.

Programação da competição

23/04 - domingo
Atletismo: 9h às 11h
Natação: 9h às 12h30

O Open
O Open Internacional de Atletismo e Natação é realizado anualmente pelo Comitê Paralímpico Brasileiro e conta com o patrocínio das Loterias Caixa. O evento conta com a presença de atletas nacionais e internacionais e faz parte do calendário do Comitê Paralímpico Internacional (IPC, sigla em inglês) de abertos das duas modalidades. O Open Internacional também conta pontos para os atletas para a formação do ranking mundial de atletismo e natação.

Patrocínios
A equipe brasileira de atletismo tem patrocínio das Loterias Caixa e da Braskem.

A equipe de natação tem patrocínio das Loterias Caixa.

Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: