quinta-feira, 6 de abril de 2017

Jovem que sofria bullying por ter rosto deformado fará cirurgia em SP após 4 anos de espera

Luciene de Faria é alvo de preconceito desde a infância por conta da fisionomia. Caso é acompanhado pelo G1 desde 2013.

Por Mariane Rossi, G1 Santos

Luciene fará cirurgia para reconstruir a face (Foto: Divulgação/Unimes)
Luciene fará cirurgia para reconstruir a face (Foto: Divulgação/Unimes)

Após quatro anos de luta, a dona de casa Luciene Anselmo de Faria finalmente fará uma cirurgia para reconstruir a face e, com isso, tentar mudar totalmente de vida. A jovem de Peruíbe, no litoral de São Paulo, é alvo de preconceito desde a infância por conta da fisionomia, já que tem grandes problemas na mandíbula e nasceu sem uma das orelhas.

A história de Luciene começou a ser contada pelo G1 em 2013, quando ela procurou ajuda na Faculdade de Ortodontia da Universidade Metropolitana de Santos (Unimes) depois de estar cansada de sofrer preconceito e de passar por situações humilhantes desde a infância. Além da parte estética, o problema na mandíbula deixa o seu rosto torto, o que a prejudica no dia a dia já que ela respira apenas pela boca e, às vezes, sente falta de ar.

O professor e diretor-científico da Associação dos Dentistas de Santos, Wagner Nascimento, levou o caso de Luciene para os dentistas Almir Lima Jr., Marcelo Quintela e Alessandro Silva, especialista em cirurgia bucomaxilar. Eles descobriram que Luciene tem uma síndrome rara que deu origem a uma "microssomia hemifacial" (malformação e deficiência no crescimento da mandíbula). O diagnóstico foi feito durante exame clínico realizado por dentistas especializados e confirmado pela disciplina de Genética da Faculdade de Medicina da Unimes.

Cirurgia deve melhorar a qualidade de vida de Luciene (Foto: Divulgação/Unimes)
Cirurgia deve melhorar a qualidade de vida de Luciene (Foto: Divulgação/Unimes)

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário: