quinta-feira, 27 de abril de 2017

Mulher quase perde as pernas por bactéria comedora de carne após fazer depilação na virilha

Vítima de 44 anos ficou em coma por nove duas e passou por 21 cirurgias na Inglaterra

Do R7

Foto: Reprodução/ The Sun
Dana Sedgewick, de 44 anos, quase morreu depois de adquirir
uma infecção por “bactéria comedora de carne” após raspar a virilha com uma
lâmina. A mulher chegou a entrar em coma por nove dias e passou por 21 cirurgias. As informações
são do jornal The Sun

Dana Sedgewick, de 44 anos, quase morreu depois de adquirir uma infecção por “bactéria comedora de carne” após raspar a virilha com uma lâmina. A mulher chegou a entrar em coma por nove dias e passou por 21 cirurgias. As informações são do jornal The Sun.

Em maio de 2012, dois dias depois de se depilar, Dana começou a sentir tonturas e náuseas.

Como muitas mulheres, eu tentei manter uma linha de biquíni e raspei a virilha com uma lâmina nova. Mas, no fim de semana, me senti mal e notei que uma espinha da minha virilha continuava sangrando. Mas pensei que fosse por causa da depilação. Não sabia que isso quase custaria a minha vida.

Os médicos fizeram diversas cirurgias para remover a pele doente e reaplicaram pele retirada de suas costas. Durante a cirurgia, os médicos descobriram que Dana tinha desenvolvido infecção generalizada e que poderia entrar em choque séptico. Os rins e o coração chegaram a falhar quatro vezes. Para aumentar suas chances de sobrevivência, os médicos a colocaram em coma induzido por nove dias.

Embora rara, a infecção que acometeu Dana, pode começar a partir de uma pequena lesão, como um corte. A infecção pode ser causada por vários tipos de bactérias, algumas das quais podem viver na pele de uma pessoa sem causar qualquer problema.

Porém, em casos raros, se a bactéria se infiltra no tecido profundo e na corrente sanguínea, pode desencadear fasciite necrotizante, conhecida como "bactérias devoradoras de carne”.

A moradora de South Yorkshire, na Inglaterra, precisou passar por 21 operações para reparar o dano causado na sua pele. Ela chegou a ser avisada pelos médicos que correria o risco de não voltar a andar. Porém, com o apoio do marido, Mathew, de 47 anos, ela se recuperou e voltou para casa, onde mora com seus três filhos. Megan, de 18, Freya, de 14, e Klara, de nove anos.



Nenhum comentário: