quarta-feira, 5 de abril de 2017

Na Bahia, policiais realizam sonho de menino com doença rara.

Vivian Ortiz Do UOL, em São Paulo

Imagem: Divulgação/ SSP
Divulgação/ SSP
O pequeno Raí com os policiais da Cipe

Portador da doença de Lobstein ou Osteogênese imperfeita, popularmente conhecida como 'ossos de vidro', Raí Sales Ferreira Santos, morador do município de Laje (distante 226 km de Salvador), completou nove anos no domingo (2) e recebeu um presente especial.Sabendo que o sonho dele é ser policial militar, os PMs da Companhia Independente de Policiamento Especializado Central (Cipe) foram até a residência da criança, localizada no povoado do Cruzeiro, para fazer uma surpresa.

Raí ganhou uma pequena festa, com direito a bolo, além de tirar fotos com os militares e ainda recebeu como presente um Chapéu camuflado de Caatinga, igual ao do uniforme utilizado pelos profissionais.

Em entrevista ao UOL, o major da PM Fábio Rodrigo de Melo Oliveira explica que a unidade opera em zonas rurais (povoados e distritos), e que estão firmando uma parceria com a prefeitura do município para a ativação de uma base ali.

O major conta que, na última visita de inspeção--na sexta-feira (31)--, o prefeito estava acompanhado da secretária municipal de desenvolvimento social. "Ela nos contou sobre o garoto e sua provável curta expectativa de vida devido a essa grave doença, que torna os ossos extremamente frágeis, a ponto de quebrarem por qualquer coisa . Nos tocou de imediato, pois sabemos o quanto a vida do povo do campo é bem sofrida."

Divulgação/Cipe
Policiais durante a visita, no domingo (2).

Como o garoto havia contado de seu sonho, Oliveira explica que todos se articularam e levaram uma equipe para fazer uma surpresa.Os policiais militares designados, inclusive, foram previamente escolhidos pelo fato de também "serem pais e possuírem um valor muito elevado na conduta diária."

"O garoto ficou radiante e a tropa emocionada. Foi bom para todos os presentes, exatamente pela força e energia positiva que aquele menino frágil transmitiu, com sua vontade de viver e de querer ser policial", ressaltou. "Foi uma forma de retribuir tamanho gesto de grandeza do garoto, além de ser seu aniversário."

Também participaram da ação guarnições do 14º Batalhão da Polícia Militar (Santo Antônio de Jesus) e integrantes da Secretaria de Desenvolvimento e Ação Social de Laje.

Nenhum comentário: