sexta-feira, 21 de abril de 2017

Paratleta é campeão peso e absoluto no Abu Dhabi World Championship

Com deficiência congênita na perna direita, Alex Taveira vence na categoria e no Absoluto evento mundial nos Emirados Árabes Unidos. Nessa quinta encara o Adulto

Por Tércio Neto Boa Vista

Casca Grossa Alex Taveira compete de igual para igual nos campeonatos mundiais de BJJ  (Foto: Imagem/Divulgação)
Casca Grossa Alex Taveira compete de igual para igual nos campeonatos mundiais de BJJ (Foto: Imagem/Divulgação)

Superação e força de vontade. O lutador de jiu-jítsu Alex Taveira de 31 anos, que nasceu com deficiência congênita na perna direita é um daqueles exemplos emblemáticos. O multicampeão da Carioca Academy foi campeão de parajiu-jitsu no Abu Dhabi World Championship 2017 no dia 14 de abril na faixa preta, na categoria pluma e absoluto. Taveira fez cinco lutas nas duas categorias na competição realizada nos Emirados Árabes Unidos.

"Nossa maior deficiência é achar que somos inferiores ou diferentes fisicamente dos outros, e sim, podemos conseguir todos os nossos objetivos, como sempre falo, nossa maior deficiência é a nossa mente achar que não conseguimos fazer tudo que queremos, então tire o que achar ruim e siga em frente e faça, você descobrirá que pode muito mais do que sua mente falou até onde iria."

Alex Taveira

Nesta quinta-feira é a vez de Taveira disputar na categoria Adulto, a principal categoria onde estão os melhores lutadores do Mundial. O feito de Alex fica mais nítido por estar sempre lutando em campeonatos junto aos atletas sem deficiência nas categorias principais. O currículo? Tem um bicampeonato mundial, Panamericano, Mundial sem kimono e campeão Brasileiro.

O lutador é treinado pelo mestre de jiu-jítsu Cristiano Carioca, que fez carreira treinando alguns dos grandes nomes do mundo da luta, dava aulas em Manaus(AM), mas agora vive e tem uma academia em Boa Vista(RR), a Cristiano Academy. Taveira seguiu o mestre Cristiano Carioca e também veio morar em Boa Vista. Sobre o pupilo, o mestre falou a respeito.

Lutador da Cristiano Academy vai encarar nesta quinta-feira a categoria principal do Mundial (Foto: Imagem/Divulgação)
Lutador da Cristiano Academy vai encarar nesta quinta-feira a categoria principal do Mundial (Foto: Imagem/Divulgação)

Ele treina desde criança comigo lá em Manaus e possui vários títulos importantes, todos lutando na categoria adulto como campeão Mundial, Panamericano, Mundial sem kimono e campeão Brasileiro. Ele é um fenômeno – disse o treinador.

TRANSFORMAR DEFICIÊNCIA EM EFICIÊNCIA

O primeiro contato com o jiu-jítsu veio quando tinha 11 anos influenciado por um amigo com o qual jogava futebol. Desde lá, cresceu exponencialmente no mundo da arte suave.

Fui convidado por um amigo Zildo Brito. Jogávamos bola na rua e ele percebeu que eu tinha uma coordenação boa para o jiu-jítsu e me convidou pra fazer um teste em uma academia. No início não achei nada interessante, mas chegando lá foi apaixonante e estou no esporte até hoje. Vivo disso – disse Alex.

                                 No lugar mais alto do pódio no Abu Dhabi World Championship 2017 (Foto: Imagem/Divulgação)
No lugar mais alto do pódio no Abu Dhabi World Championship 2017 (Foto: Imagem/Divulgação)

O atleta que nasceu com uma deficiência congênita preferiu a glória ao lamento. Por ter a perna direita bem menor que a perna esquerda desenvolveu uma espécie de guarda nas lutas que tira o sossego dos adversários. Como ele mesmo diz.

O jiu-jítsu e o mestre que tenho me tornou essa pessoa tão forte que não consigo me ver com essa deficiência e sim através de muito trabalho tornamos ela uma eficiência fora do normal - afirmou.

Sobre outros atletas ou pessoas que possuem algum tipo de 'limitação', e quem desejam seguir um caminho, ele deixa um recado.

- Nossa maior deficiência é achar que somos inferiores ou diferentes fisicamente dos outros, e sim, podemos conseguir todos os nossos objetivos, como sempre falo, nossa maior deficiência é a nossa mente achar que não conseguimos fazer tudo que queremos, então tire o que achar ruim e siga em frente e faça, você descobrirá que pode muito mais do que sua mente falou até onde iria - finaliza o lutador.

Quem quiser conhecer o trabalho do atleta e também apoiar o trabalho basta ir na Cristiano Academy localizada na Rua Dr. Arnaldo Brandão n.º 460, no bairro São Francisco.

Nenhum comentário: