sexta-feira, 26 de maio de 2017

1º Fórum de Acessibilidade e Inclusão pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia

              
O 1º Fórum de Acessibilidade e Inclusão é promovido pela SBOT/MT e acontece no dia 10 de junho

A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia de Mato Grosso (SBOT-MT) realiza no dia 10 de junho a primeira edição do “Fórum de Acessibilidade e Inclusão 2017”, no Centro de Eventos do Pantanal, das 8h às 12h. O objetivo do evento é a promoção de ações com efeito educativo ( motivacionais ) que retratam a acessibilidade e inclusão como atributos imprescindíveis na sociedade , permitindo que todos possam desfrutar das mesmas oportunidades em Turismo , Esporte , Lazer e Cultura .
A iniciativa surgiu da necessidade de conscientização sobre a importância do desenvolvimento do Turismo de Inclusão no Estado, que é rico em belezas naturais e possui diversas opções de lazer. De acordo com presidente da SBOT-MT, Dr. Márcio (…)
O direito constitucional de acessibilidade é , antes de tudo , uma materialização do direito constitucional de igualdade . O planejamento de ações que levam em consideração a acessibilidade ao meio físico , possibilitará a construção de uma sociedade inclusiva que assimile progressivamente a ideia de integração social e espacial das pessoas com todas as suas diferenças . Além , das barreiras físicas , existem as sociais que são , contudo , obstáculos discriminadores capazes de excluir a pessoa portadora de deficiência do convívio coletivo . A declaração dos direitos das pessoas deficientes ( ONU 1975 ) e a Constituição Federal ( BRASIL 1988 ) defendem a importância de campanhas de sensibilização e de informação , dados que balizam a realização do I Fórum de Acessibilidade e Inclusão / MT .
A relação próxima com pacientes portadores de mobilidade reduzida durante a prática médica , o entendimento de suas limitações físicas e de inclusão social e a experiência esportiva com pessoas portadoras de necessidades especiais ( PNEs ) foram situações de convívio pessoal que me fizeram despertar a necessidade de promover esse modelo de ação
O Fórum traz na programação a palestra sobre o projeto “Montanha Para Todos”, com seus idealizadores Guilherme Simões e Juliana Tozzi, que desenvolveram uma cadeira de rodas especial.
O projeto nasceu após Juliana descobrir que possuía uma síndrome rara degenerativa no cerebelo, que traz a perda dos movimentos, dificuldades para falar e se manter em equilíbrio, a impossibilitando de praticar montanhismo, atividade que realizava com marido. Diante da dificuldade da mulher em continuar escalando, Guilherme, que é engenheiro, desenvolveu uma cadeira adaptada para que pessoas com mobilidade reduzida pudessem percorrer caminhos estreitos e subir pedras de difícil acesso.
Em entrevista para ‘O Estadão”, Guilherme diz que agora a ideia é que “Juliete”, nome dado para a cadeira pela esposa, comece a levar outras pessoas com dificuldades físicas a praticar esportes como montanhismo e trilha. “O nosso sonho é disponibilizar as cadeiras adaptadas nos parques nacionais”.
A idéia em trazer o projeto “ Montanha para Todos “ surgiu após o contato com o Guilherme e Juliana durante uma feira de Esportes e Aventura em São Paulo . A realização da Palestra vinculada a doação da cadeira adaptada “ Juliette “ ao Parque Nacional da Chapada dos Guimarães foi de encontro ao modelo de ação previamente elaborado .
Além da apresentação do projeto Montanha para Todos, o evento conta com a participação de Ricardo Shimosakai, turismólogo e diretor da ‘Turismo Adaptado”, empresa situada no estado de São Paulo, que trabalha a acessibilidade e inclusão de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, no lazer e turismo. Em 2001, Ricardo levou um tiro durante um sequestro relâmpago, que fez com que perdesse os movimentos das pernas. Após o incidente Ricardo quis voltar a viajar e a partir daí começou sua luta pela acessibilidade.
O SugoiTeam, de Cuiabá, também confirmou presença no Fórum de Acessibilidade e Inclusão. O presidente do grupo, Júnior Sakuma irá dar a palestra “Inclusão no Esporte”. Fundado em abril de 2016, incluir os cadeirantes na prática esportiva e melhorar a qualidade de vida é o objetivo do projeto, que nasceu dentro de uma sala de aula, entre acadêmicos de educação física e nutrição.
Todas as palestras são gratuitas e as inscrições para participar podem ser feitas pelo telefone (65) 98118-4390 ou por e-mail: dalvarodrigues@gmail.com.
Programação: 
Montanha Para Todos 

Palestrantes: Guilherme Simões e Juliana Tozzi
Turismo Adaptado 
Palestrante: Ricardo Shimosakai
Inclusão no Esporte 
Palestrante: Júnior Sakuma (Projeto SagoiTeam)
Serviço: 
1º Fórum de Acessibilidade e Inclusão 2017 
Quando: 10 de junho, das 8h às 12h
Onde: Centro de Eventos do Pantanal
Entrada gratuita
Fonte: 

Nenhum comentário: