quarta-feira, 31 de maio de 2017

Casa Fiat de Cultura lança peças multissensoriais de Portinari durante a 15ª Semana de Museus

A visita às peças multissensoriais tem entrada gratuita.

Pessoas com deficiência visual parcial ou total poderão “ver”, a partir de agora, o painel ‘Civilização Mineira’, de Candido Portinari, em exposição permanente no hall de entrada da Casa Fiat de Cultura. A tela foi reproduzida em escala gráfica reduzida, para que possa ser tocada pelo público, ampliando a acessibilidade da obra e materializando, para todos os públicos, os conceitos essenciais da composição do quadro do artista. Esta é a grande novidade apresentada pela Casa Fiat durante a 15ª Semana de Museus, promovido pelo IBRAM, entre os dias 15 e 21 de maio em todo o Brasil.

As peças multissensoriais foram propostas pelo Núcleo de Acessibilidade da Casa Fiat de Cultura e produzidas pela própria equipe de educadores, em parceria com o Fab Lab do ISVOR, Universidade Corporativa do Grupo Fiat Chrysler Automobiles, utilizando mdf nas impressoras 3D. A partir de agora, esse novo material passará a integrar a mediação de visitas de grupos ao painel de Portinari.

A primeira peça ressalta a composição de cores da tela. É possível perceber que na obra de Portinari as cores predominantes são azul, laranja e suas variações e combinações. Então, em uma das peças produzidas, essas cores foram supersaturadas para que assim, tanto quem tem baixa visão quanto quem é vidente, possa compreender como esse jogo de cores dialoga no painel.

Já a outra peça reproduz as linhas essenciais do desenho da obra e o divide em 12 placas, permitindo que o público entenda como o painel foi composto, por meio da montagem e desmontagem das peças. Por fim, a terceira peça destaca a estrutura de composição da paisagem, que é formada por sete planos, e ajuda os visitantes a perceber as noções de perspectiva que compõem a cena.

“Dentro do tema ‘Dizer o Indizível’, nosso desafio foi o de fazer ver o invisível pelo público composto pelas pessoas com deficiência visual. E é curioso termos constatado, ao finalizarmos nosso projeto, que os dispositivos serão muito úteis também para o público em geral, na medida em que terão a oportunidade de se aprofundar nos aspectos estruturais de composição da obra – e da arte de pintura em geral”, destaca José Eduardo de Lima Pereira, presidente da Casa Fiat de Cultura.

Civilização Mineira

Após a execução de 16 etapas de trabalho e mais de 500 horas de pesquisa e minuciosa intervenção, em 2013, a Casa Fiat restaurou o painel ‘Civilização Mineira’ (1959), de Candido Portinari, localizado no hall de entrada da instituição, garantindo a salvaguarda desta obra de inominável valor simbólico e material para a cultura nacional – e, sobretudo, mineira. Maior quadro do pintor em Minas Gerais, com a medida de 2,34 X 8,14 metros, a obra representa a mudança da capital, de Ouro Preto para Belo Horizonte, em 12 de dezembro de 1897.

A Casa Fiat de Cultura funciona no Circuito Liberdade (Praça da Liberdade, 10 – Funcionários – BH/MG), de terça a sexta, das 10h às 21h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h. A entrada é gratuita.

Fontes: Hoje em Dia - turismoadaptado.wordpress.com

Nenhum comentário: