domingo, 7 de maio de 2017

Menino com paralisia cerebral é autorizado pela justiça a ter a companhia de seu pitbull na escola - Veja o vídeo.

Cão é fundamental para a segurança do garoto, mas a coordenação não permitia a entrada do animal na sala de aula

Por Crescer

Menino com paralisia cerebral é autorizado pela justiça a ter a companhia de seu pitbull na escola (Foto: Reprodução - Youtube)
Anthony Merchante, de 7 anos, agora tem a companhia de Stevie na escola (Foto: Reprodução - Youtube)

O famoso ditado popular já diz: “O cão é o melhor amigo do homem”. E na vida de Anthony Merchante, de 7 anos, essa teoria virou prática. O pequeno tem paralisia cerebral e é auxiliado por Stevie, seu companheiro da raça pitbull. Ao identificar crises de convulsão no garoto, que às vezes começam de maneira silenciosa, o animal consegue alertar um adulto por meio de um sensor de alarme ou com um latido.

Para alguns, o problema está na raça, já o que o pitbull tem fama de ser um cão violento. Stevie, no entanto, contraria essa ideia, porque tem um papel fundamental para defender a vida e a saúde de seu dono, Anthony. Monica Alboniga, mãe do menino, precisou recorrer à juíza Beth Bloom, que finalmente deu uma autorização que garante a seu filho a companhia de Stevie no colégio.

“As entidades públicas devem permitir que pessoas com deficiência possam ser acompanhados por seus animais de serviço sempre que quiserem”, disse a juíza Bloom, em sua decisão.


Quer uma amostra do companheirismo entre os dois? Assista ao vídeo:

         




Nenhum comentário: