sábado, 27 de maio de 2017

Miss Bumbum terá candidata com perna amputada: "Quero fazer história"

Gisele Alquas Do UOL, em São Paulo

                     Imagem: Divulgação
                           Divulgação
                      Rúbia Machado tem 29 anos e é candidata ao Miss Bumbum 2017

A estudante Rúbia Machado, de 29 anos, será a primeira portadora de deficiência física a participar do Miss Bumbum. A capixaba, que representará no concurso o estado de Tocantins, perdeu a perna esquerda ao ser atropelada pelo namorado, em 2008, mas superou o trauma e se dedica a uma rotina fitness.

Rúbia vê o concurso como uma oportunidade de ser famosa. Segundo ela, estampar capas de revistas e sites sempre foi um sonho. “Me indicaram para participar. O Cacau [Oliver, organizador] me ligou e falou sobre o concurso. Me interessei na hora. Para mim é um sonho, sempre quis isso para minha vida, ser modelo, ser famosa. Eu treino muito, vai ser ótima essa exposição, quero seguir como modelo fitness, quero fazer história”, empolga-se.

A candidata teve a perna amputada aos 19 anos, atropelada pelo então namorado. Segundo conta, sem querer entrar em detalhes, ela atravessava a rua quando o ex avançou com o carro em sua direção.“Arrancou minha perna na hora e ficou debaixo do carro. Éramos namorados e primos, não tínhamos terminado. Jamais esperava isso dele”, lembra.

Ela conta que nunca entrou em depressão e não precisou tomar medicamentos controlados. “Logo que fui para o hospital, pensei: ‘Agora, bola para frente. Se eu entrar em depressão, minha vida vai acabar’.Comecei a ir à academia, sair de casa. Contei com a força da minha família e sempre me aceitei, graças a Deus”, diz a estudante de cursinho pré-vestibular, que dispensou a prótese na perna. “Ela me machucava muito. Prefiro só as muletas.”.

                     Arquivo Pessoal
                          Arquivo Pessoal
                    Rúbia é do Espiríto Santo, mas vai representar o estado de Tocantis Imagem:

O ex-namorado, segundo ela, foi processado, mas ainda não foi julgado. “Ele ainda era menor de idade, tinha 17 anos. Não aconteceu nada com ele na época. Ainda está na mão do juiz.”.

Com planos de prestar Educação Física, treina mais de 3h por dia. Seu sonho é ser personal trainer e viajar o mundo como modelo fitness. Ela diz que sente o preconceito das pessoas, mas não se importa: “Sou o que sou e não me troco por ninguém”.

Como a maioria das candidata ao título, Rúbia está aberta a propostas para posar nua e participar de reality shows, seguindo o caminho traçado por Erika Canela, vencedora do Miss Bumbum 2016, e que esteve no programa "Love On Top,' em Portugal.

“Faria tudo pela fama, posar nua seria um sonho realizado”, afirma a loira, que ainda não conhece as rivais do concurso e traça suas estratégias para vencer a competição, que inclui muitas conselhos sobre superação de limites e amor próprio.

"Quero mostrar para as pessoas que mesmo com deficiência dá para ter autoestima elevada quando se tem determinação", diz.“Não se pode deixar abater. Tem que confiar e focar naquilo que deseja. Tem que se olhar no espelho, se achar perfeita e se amar. É isso que tenho feito desde que aconteceu o acidente.”

Novas regras e limites

O concurso, que já revelou nomes como Andressa Urack, Laura Keller e Dai Macedo e faz a alegria de tabloides mundo afora, chega este ano à sua sétima edição.Algumas regras mudaram. Se antes era permitido às candidatas ostentar qualquer medida, desta vez foi estabelecido um limite de até 107 centímetros de derrière para as concorrentes --o que provocou a provocou a exclusão da carioca Mariana Soares.

Os microbiquínis também ficarão de fora, e darão lugar a maiôs mais comportados. De olho na internacionalização, pela primeira vez,o título também será disputado por candidatas de fora do Brasil: uma americana e uma portuguesa já estão na competição.

A escolha das 15 finalistas começa no dia 7 de agosto e a final do Miss Bumbum acontece no dia 6 de novembro, em São Paulo.

Nenhum comentário: