domingo, 14 de maio de 2017

Sorrir é um remédio sem efeitos secundários

por Ana Rebelo*

FullSizeRender-178

Está comprovado que o bom humor e o otimismo vacinam o nosso corpo contra todo o tipo de doenças. O funcionamento do corpo melhora e várias tipos de dores diminuem.

Quem sorri estimula o cérebro a libertar endorfina e serotonina — substâncias responsáveis pela sensação de prazer e felicidade. Estas substâncias proporcionam uma sensação de leveza e bem estar, além de ativarem o sistema imunitário. Ajuda a prevenir, principalmente, doenças provocadas pelo elevado grau de stress.

O sorriso combate a depressão, diminui a tensão arterial, melhora a digestão, desintoxica o organismo, espanta a dor e até deixa a pele mais bonita. Além disso, se estivermos sempre a sorrir, as pessoas vão querer estar por perto e a nossa convivência social melhora e muito.

Quanto melhor a gargalhada ou mais efusiva a risada, maior será a produção de endorfinas, que podem ser chamadas de “hormonas da felicidade”. Não há uma escala certa: podemos ter uma gargalhada ou sorriso com uma intensidade maior ou menor, mas o que conta é a qualidade da gargalhada, da risada ou do sorriso. Tudo isto se vai refletir na nossa sensação de bem estar!

Sorrir é um remédio sem efeitos secundários; não precisa de prescrição médica e é de graça. Por isso, vamos lá parar de franzir a testa e comecemos por soltar uma boa gargalhada que os benefícios virão. A Maria está sempre a sorrir e vocês?

Ana Rebelo* sou mãe de 3 filhos fantásticos, conhecida pelos desconhecidos como “a Mãe da Maria”…Foi assim que me apelidaram há 17 anos e não é que eu gosto? Acredito que seja por ser mãe de uma criança tão especial. A Maria é a nossa primogénita aquela que, mesmo quase sem falar, diariamente nos ensina o verdadeiro sentido da vida!


Fonte:  amaedamaria.com

Nenhum comentário: