quarta-feira, 28 de junho de 2017

Após 3 anos, Campinas lança site com vagas para profissionais com deficiência

No primeiro dia, dispositivo tinha cerca de 30 vagas com salários até R$ 3 mil.

Por Luciano Calafiori, G1 Campinas e Região

Prefeitura lança site com vagas de emprego para portadores de deficiência (Foto: Luciano Calafiori)
Prefeitura lança site com vagas de emprego para portadores de deficiência (Foto: Luciano Calafiori)

Após três anos do anúncio de um banco regional de vagas para profissionais com deficiência,  a Prefeitura de Campinas lançou, nesta terça-feira (27), o Emprega Bem, plataforma virtual responsável por fazer a ‘ponte’ entre empresas e interessados em trabalhar. Pela administração pública, é o primeiro serviço exclusivo para este público na cidade.


A proposta anterior era regionalizar as informações, mas o prefeito Jonas Donizette (PSB) disse que o Emprega Bem está focado neste momento nos moradores da cidade, mas nada impede que pessoas de cidades vizinhas efetuem o cadastro no site em breve.

O chefe do Executivo explicou que o dispositivo lançado tem algumas referências do divulgado em 2014.

“ É um desdobramento daquele projeto”, afirmou o prefeito sobre o dispositivo colocado em prática nesta terça.

De acordo com a Secretaria Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Cidadania, um aplicativo de celular estará disponível no dia 14 de julho, além do site.

Pelos cálculos da administração municipal, Campinas tem cerca de 80 mil pessoas com deficiência ou com alguma dificuldade de mobilidade, e que podem utilizar o serviço por serem economicamente ativas. O total de deficientes ou com baixa mobilidade chega a cerca de 140 mil.

Hoje, o site do Centro Público de Apoio ao Trabalhador (Cpat) tem vagas de empregos gerais, mas também para portdores de deficiências.  Clique aqui para ver vagas no CPAT.

Lei de Cotas
A Lei Federal 8213/, de 1991, garante que empresas com determinado número de funcionários contratem profissionais portadores de deficiência. A partir dos 200 colaboradores, a lei prevê 2% de vagas, e assim por diante.

30 vagas já cadastradas
Neste primeiro dia de funcionamento, o site anunciava cerca de 30 vagas, com vencimentos de até R$ 1,8 mil, segundo a secretária dos Direitos das Pessoas com Deficiência, Eliane Jocelaine Pereira.

Eliane informou que o Ministério do Trabalho e Emprego disponibilizou cerca de 100 empresas aptas a contratar profissionais com deficiências.

O MTE fiscalizará a partir das próximas semanas estas empresas para o cumprimento da Lei de Cotas.

Como o site funciona
O Emprega-Bem é um site de intermediação entre empresas que precisam contratar portadores de deficiência e os candidatos.

As empresas farão o cadastro das vagas, e a atualização dos status delas. Depois disso, os interessados se inscrevem.

A Secretaria Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Cidadania vai receber informações das vagas não preenchidas e oferecer, por meio do Ceprocamp [Centro de Educação Profissional de Campinas], qualificação para os candidatos que não estiverem conseguindo uma colocação no mercado formal.

Outras entidades não ligadas ao Executivo também poderão fornecer qualificação profissional


Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário: