quarta-feira, 21 de junho de 2017

Cadeirante reclama de ônibus com elevadores sem funcionamento em Betim - Veja o vídeo

'O meu direito de ir e vir está sendo violado', disse Tereza Santana, moradora da cidade.

Por MGTV, Belo Horizonte

Resultado de imagem para Cadeirante reclama de ônibus com elevadores sem funcionamento em Betim
Moradora de Betim, cadeirante reclama de ônibus com elevadores sem funcionamento

A cadeirante Tereza Santana reclamou de ônibus com elevadores sem funcionamento em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A moradora da cidade, que está com dificuldades para se locomover até a capital, para trabalhar, mandou um vídeo para o VC no MGTV. “O meu direito de ir e vir está sendo violado”, reivindicou.

Click AQUI para ver o vídeo.

Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER-MG) informou que a empresa será notificada para corrigir os problemas, e que os ônibus são liberados na vistoria somente se os equipamentos estiverem funcionando. As reclamações podem ser feitas pelo telefone 155.

A Alessandra Simões reclama de geradores de energia ligados 24 horas por dia no Barro Preto, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. A Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) informou que a autorização foi dada, mas está vencida e uma nova vistoria será feita. Segundo o responsável pela empresa, o equipamento está dentro das normas técnicas e é conferido diariamente.

O síndico do prédio informou que instalou os geradores enquanto aguarda a ligação da energia pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). Segundo a empresa, várias vistorias foram feitas no condomínio e, em nenhuma delas, o padrão de energia se encontrava adequado ao projeto. Um técnico vai voltar nesta terça ao local e, se o padrão já estiver de acordo, a ligação de energia será feita.

O José Mendes pede a manutenção de uma avenida em Sete Lagoas. A prefeitura informou que já iniciou os trabalhos na Avenida Jaime Rodrigues. Será feito um serviço paliativo de tapa-buracos, enquanto aguarda dinheiro para a obra de recapeamento.

O Fernando Lorran quer saber o motivo pelo qual as obras de pavimentação na rua dele, em Ribeirão das Neves, estão paradas. Segundo a prefeitura, a obra está parada por falta de repasse de dinheiro da Caixa Econômica Federal para a empresa contratada. A prefeitura informou que está em negociação com o banco para a retomada dos trabalhos.

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário: