sábado, 10 de junho de 2017

Mesa-tenistas brasileiros avançam no Aberto da Espanha e lutam por medalha

Por CPB

Alexandre Urch/CPB/MPIX
Imagem

O primeiro dia de competição individual do torneio adulto do Aberto Paralímpico da Espanha foi de resultados positivos para o Brasil. Todos os quatro representantes da delegação verde e amarela passaram da fase de grupos e continuam na briga por medalha.

Catia Oliveira enfrentará a francesa Claire Launay na semifinal da Classe 2-3 feminina. Na Classe 4-5, a brasileira Joyce Oliveira pegará a tailandesa Supalak Butgunha também pela semifinal. Nas disputas masculinas, Ecildo Oliveira, Classe 4, vai encarar o russo Aleksandre Sokolov nas quartas de final. Na Classe 10, Lucas Carvalho terá o tailandês Bunpot Sillapakong nas quartas.

Todas as partidas eliminatórias serão disputadas neste sábado, 10. Catia jogará às 5h (horário de Brasília), enquanto Joyce vai à mesa às 4h30. As partidas de Ecildo e Lucas serão às 12h.

Na primeira fase, Catia ficou na liderança do Grupo B com duas vitórias em dois confrontos. Na estreia, bateu Diane Bellini, dos Estados Unidos, por 3 sets a 0 (11/3; 11/0 e 11/3). Momentos depois, venceu a tailandesa Pattaravadee Wararitdamrongkul por 3 sets a 1 (10/12; 11/3; 11/9 e 11/8).

Assim como Catia, Joyce também passou em primeiro no grupo. A brasileira venceu Lin Yen Ying, do Taipei, por 3 sets a 0 (11/6; 11/2 e 11/1), e a tailandesa Panwas Sringam, também por 3 a 0 (11/3; 11/4 e 11/3).

Na Classe 4 masculina, Ecildo Oliveira ficou com a segunda colocação do Grupo C. O brasileiro superou o espanhol Jorge Jose Benavente, por 3 sets a 0 (11/6; 11/5 e 11/5), e o irlandês Greg Keogh pelo mesmo placar (11/4; 11/5 e 11/8). Contudoo, foi derrotado por Ko Kun-nan, do Taipei, por 3 sets a 1 (7/11; 11/5/ 12/10 e 11/8).

Lucas, na Classe 10, também passou em segundo. No Grupo B, o atleta do Brasil venceu Elliott Josh Medland, da Grã-Bretanha, por 3 sets a 0 (11/4; 11/7 e 11/5), mas perdeu para o espanhol Jorge Cardona pelo mesmo placar (11/5; 11/7 e 11/5).

Com informações da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM)

Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: