quinta-feira, 22 de junho de 2017

Preso suspeito de estuprar sobrinha-neta com deficiência mental, em Itumbiara

Segundo delegada, vítima apresentou aumento no número de convulsões e piora no comportamento. Detido negou o crime.

Por Vanessa Martins, G1 GO

Homem de 59 anos é preso suspeito de estuprar sobrinha-neta em Itumbiara Goiás (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Homem de 59 anos é preso suspeito de estuprar sobrinha-neta em Itumbiara Goiás (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Um homem de 59 anos foi preso, nesta quarta-feira (21), suspeito de estuprar a sobrinha-neta de 34 anos, que sofre de deficiência mental, em Itumbiara, no sul goiano. A titular da Delegacia da Mulher (Deam) na cidade, Yvve Rocha, afirmou que, segundo a família, a vítima apresentou piora no quadro de saúde desde o crime, ainda assim o detido negou o estupro.

Segundo a delegada, a vítima mora em Araguari (MG), em uma instituição especializada para pessoas com deficiências mentais, cujo nome não foi divulgado, e vai a Itumbiara durante os feriados para rever a família. Durante visita no início deste ano, a mulher teria sofrido o abuso.

“Depois de apresentar convulsões mais frequentes e piora no comportamento, a cuidadora da vítima na instituição conversou coma ela e a mulher acabou contando que tinha sido abusada pelo tio-avô enquanto esteve em Itumbiara. A profissional avisou a família, que fez a denúncia na semana passada”, relatou.

A vítima foi levada à delegacia e ouvida. A delegada observa que ela foi firme ao dizer que foi ele o autor e detalhou como o ato ocorreu. Os parentes confirmaram que os dois ficaram sozinhos em alguns momentos durante a estada dela em Itumbiara.

“Depois da constatação, pedi pela prisão preventiva dele pelo crime de estupro de vulnerável, já que a vítima, por causa da deficiência mental, não tem como consentir com a relação”, completou.

Ainda conforme Rocha, o homem está detido na Unidade Prisional José Antonio Garrote (Sarandi). Se for condenado, ele pode ficar preso por até dez anos.

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário: