quinta-feira, 1 de junho de 2017

Velocista Petrúcio Ferreira aposta em nível alto no Circuito Loterias Caixa, neste fim de semana

Por CPB

Daniel Zappe/CPB/MPIX
Imagem

A primeira etapa nacional do Circuito Loterias Caixa de Atletismo, Halterofilismo e Natação, que começa nesta sexta-feira, 2, em São Paulo, terá um clima especial para os competidores do atletismo. Será a última chance de alcançar o índice Mundial da modalidade, de 14 a 23 de julho, em Londres, e garantir a vaga na equipe nacional que irá à Inglaterra.

A etapa também inclui as disputas de natação e halterofilismo, as duas com Mundiais marcados para a o final de setembro, na Cidade do México. Assim como no atletismo, os nadadores e halterofilistas também competirão no Centro Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, neste final de semana, com foco em garantir a participação na principal competição do ano em suas disciplinas.

Na pista do CT Paralímpico, o velocista paraibano Petrúcio Ferreira, garantido no Mundial de Londres, não espera moleza nesta etapa nacional. "Acredito que vai ser uma competição muito forte pelo fato de alguns atletas ainda estarem buscando o índice. Isso vai deixar a competitividade lá no alto", ponderou o campeão dos 100m e medalhista de prata nos 400m e no revezamento 4x100m T42-47 nos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

Com lugar assegurado na Seleção, Petrúcio traçou sua estratégia para os 45 dias que o separam do Mundial. "Como consegui meu índice no Open [em abril], esta primeira etapa nacional do Circuito Loterias Caixa vai ser de ajuste. É a minha última competição antes do Mundial, e é agora que eu vou ter noção do que eu já me preparei até o momento e poder fazer aqueles acertos finais", planeja.

Desde que os atletas começaram a lutar pelas vagas na equipe, em abril, 13 já conseguiram atingir o índice A e carimbaram o passaporte para o Mundial de Londres. Além destes, outros 10 fizeram o índice B e ficaram muito perto de integrar o time do Brasil. Nomes como Yohansson Nascimento, Alan Fonteles, Lorena Spoladore, medalhistas em Jogos Paralímpicos, ainda não confirmaram a vaga e isso acirrará a disputa.

O CPB estima levar 25 atletas e estabeleceu índices fortes, baseado nos resultados dos medalhistas dos últimso Jogos Paralímpicos e do Mundial de Doha, em 2015, para que todos cheguem com chances de medalha.

O Circuito
O Circuito Loterias Caixa é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro e patrocinado pela Caixa Loterias. Este é o mais importante evento paralímpico nacional de atletismo, natação e halterofilismo. Composto por quatro fases regionais e três nacionais, tem como objetivo desenvolver as práticas desportivas em todos os municípios e estados brasileiros, além de melhorar o nível técnico das modalidades e dar oportunidades para atletas de elite e novos valores do esporte paralímpico do país.

Time São Paulo
Os atletas Yohansson Nascimento e Lorena Spoladore são integrantes do Time São Paulo, parceria entre o CPB e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo que beneficia 56 atletas e nove atletas-guia de 10 modalidades.

Patrocínios
A equipe brasileira de atletismo tem patrocínio das Loterias Caixa e da Braskem.
As equipes de natação e halterofilismo têm patrocínio das Loterias Caixa.

SERVIÇO
Circuito Loterias Caixa de Atletismo, Halterofilismo e Natação - 1ª fase nacional
Local: Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro (Rodovia dos Imigrantes, Km 11,5, ao lado do São Paulo Expo, em São Paulo)
Data: 2 a 4 de junho

Horários:
Atletismo - sábado, das 8h às 12h e das 14h às 18h, e domingo, das 8h às 12h
Natação - sábado, das 10h às 12h30 e das 15h às 18h, e domingo, das 10h às 12h10
Halterofilismo - sexta e sábado, das 9h30 às 12h e das 15h30 às 18h, e no domingo, das 9h30 às 12h

Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: