quarta-feira, 26 de julho de 2017

Atletas experientes esquentam disputas dos Jogos Paralímpicos Universitários 2017

Por CPB

Alexandre Urch/CPB/MPIX
Imagem
Evelyn de Oliveira (dir.), campeã Paralímpica, buscará o bicampeonato na classe BC3

A segunda edição dos Jogos Paralímpicos Universitários começa nesta quinta-feira, 27, com a cerimônia de abertura, e contará com cerca de 200 competidores de seis modalidades (atletismo, bocha, judô, natação, parabadminton e tênis de mesa). O evento tem a função de ser mais uma etapa no desenvolvimento dos atletas, mas contará também com a presença de nomes conhecidos no paradesporto nacional. As provas começam na sexta-feira, 28, e se encerram no sábado, 29, e serão todas realizadas no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo (SP).
Uma das inscritas que chama atenção pelo currículo é Evelyn de Oliveira, da bocha. A atleta da classe BC3 foi medalhista de ouro nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, ao lado de Evani Calado e Antônio Leme. Em sua segunda participação nos Jogos Universitários, Evelyn quer repetir o desempenho de 2016, quando foi campeã, mas sabe que não terá facilidade. "Tenho a experiência que essa medalha de ouro do Rio trouxe, mas todo mundo quer ganhar. Como não sou diferente, vou jogar tudo que sei", comentou.
A experiência também será um dos trunfos da nadadora Cecília Jerônimo. A jovem atleta de 18 anos que representou o Brasil nos Jogos do Rio e está classificada para o Mundial da modalidade, em setembro, no México, tem planos que vão além da conquista de medalhas em sua estreia nos Jogos Universitários. "Decidi com meu técnico que ia acrescentar essa competição no calendário. Campeonatos sempre servem como avaliações. Podem me observar e fazer correções em todas as provas. E competição é diferente de treino", explica.
Porém, Cecília não quer apenas ajustar técnicas e estilos nos Jogos Universitários. Como todo competidor, a jovem aluna de Gestão de RH quer comemorar também. "Pode ter certeza que vou dar o meu melhor para representar muito bem a minha faculdade", acrescenta.
A presença de competidores conhecidos e vitoriosos deixa a competição mais interessante, segundo o vice-presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Ivaldo Brandão. "Os Jogos vieram para ocupar esse espaço entre o esporte escolar e o alto rendimento. É uma parte do caminho de um atleta. A presença dos mais experientes também deixará as disputas melhores, fazendo com que todos eles deem o máximo de seus rendimentos e se desenvolvam nas modalidades", observou.
Os Jogos Paralímpicos Universitários 2017 terão a participação de universidades de 20 estados e do Distrito Federal. O evento é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e tem a parceria da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU).
Serviço
Jogos Paralímpicos Universitários 2017

Data: 27 (abertura), 28 e 29 de julho

Local: Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo (SP)

Horário: Cerimônia de Abertura às 10h e competições sempre das 8h às 18h

Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: