sexta-feira, 7 de julho de 2017

Cadeirante se encontra no boxe e vira exemplo de superação para companheiros - Veja o vídeo

Marcley nasceu com uma má formação nos membros inferiores. Quando mais jovem praticou capoeira e jiu-jítsu. Paratleta foi inscrito em torneio em São Paulo e aguarda adversários

Por GloboEsporte.com, Manaus, AM - Com informações da Rede Amazônica

Resultado de imagem para Cadeirante se encontra no boxe e vira exemplo de superação para companheiros
Cadeirante se encontra no boxe e vira exemplo de superação

O projeto Ring Boxe é conhecido em Manaus por dar oportunidade no para jovens da Zona Leste de Manaus e na formação de promessas da modalidade. E a nova aposta da iniciativa comandada por Pedro Nunes está na formação de boxeadores paratletas. E o primeiro deles é Marcley Machado da Silva, de 21 anos, que virou exemplo de superação para os companheiros.

Click AQUI para ver o vídeo

O Novo discípulo de Pedro Nunes, que nasceu com uma má formação congênita dos membros inferiores, já teve contato com outros esportes. Quando mais jovem,chegou a praticar capoeira e jiu-jítsu, mas se encontrou no boxe. E para que ele pudesse treinar bem, o idealizador do projeto até comprou uma cadeira de rodas especial para o treinamento.

Eu achei brilhante o gesto dele. Isso até me emociona bastante – disse o jovem boxeador cadeirante.

Marcley (esquerda) durante um dos treinos no projeto Ring Boxe (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)
Marcley (esquerda) durante um dos treinos no projeto Ring Boxe (Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal)

Marcley já foi inscrito em um campeonato de boxe para cadeirantes, em São Paulo, mas ainda aguarda o adversário. Enquanto, isso, vira motivo de inspiração para o companheiro de treino, Zazir Birilo.

Depois que eu voltei, eu me senti motivado. Um cara com toda a dificuldade dele, ele veio. E eu com moto, condição financeira boa física e não vinha treinar. Aí eu passei a me dedicar mais – explicou Zazir, ao ressaltar que o companheiro não refresca.

Tem (mão pesada). Olha o bração do garoto aí. Pesa. Depois que ele solta o braço, aí o "bicho" aperta. Se o cara não fechar a guarda ele derruba – completou.

De acordo com o Pedro Nunes, a chance dada a Marcley faz parte da essência do projeto Ring Boxe. Apenas abriu mais um leque.

A gente em si dá a oportunidade. E é da oportunidade que a gente descobre o talento. Sem oportunidade ninguém é descoberto – disse Nunes.



Nenhum comentário: