quarta-feira, 12 de julho de 2017

Catarinense com paralisia cerebral é o primeiro bacharel em educação física do país

do BOL, em São Paulo

Reprodução/Facebook/salete.c.desouza
Colação de grau de Augusto Delfino está marcada para setembro
Colação de grau de Augusto Delfino está marcada para setembro

Torcedor fanático do Avaí, Augusto Delfino teve o seu trabalho de conclusão de curso (TCC) aprovado no final de junho e se tornará, em 16 de setembro, o primeiro paralisado cerebral do país a colar grau no curso de educação física.

Com uma nota 8,5, o trabalho do jovem de 24 anos recebeu o nome de "Qualidade dos Serviços da Ressacada" e avaliou o funcionamento do estádio do Avaí durante os dias de jogos.Orientado pelo professor Rafael Andreis, Augusto, que não fala, defendeu o TCC com a ajuda de um sintetizador de voz instalado no computador.

Augusto, que mantém um blog sobre o clube de futebol catarinense, foi aprovado pela banca formada pela coordenadora do curso, Maria Leticia Knorr, e a professora Fabiana Figueiredo, na Unisul, na cidade de Palhoça, região metropolitana de Florianópolis.

(Com informações da CBN)

Nenhum comentário: