quinta-feira, 13 de julho de 2017

Falta de acessibilidade dificulta vida de deficientes em Paulo Afonso

Por: Luiz Brito

Ilustração-divulgação

A acessibilidade tem sido um tema bastante discutido, mas nem sempre é visto na prática. A Secretaria de Meio Ambiente poderia ter aproveitado o tema e ter incluído e promovido em sua programação comemorativa ao tema, uma palestra de capacitação para servidores municipais e profissionais das áreas de engenharia e arquitetura, com o intuito de mostrar as dificuldades enfrentadas pelos portadores de deficiência física e visual nas ruas de Paulo Afonso. Seria oportuno para mostrar para as pessoas que não têm deficiência o que a falta de acessibilidade proporciona e sentissem na pele o que os portadores de mobilidade reduzida vivenciam diariamente.

O músico Jorge Guaxinim reforçou que Paulo Afonso ainda precisa avançar muito para tornar a cidade acessível. É preciso que o município, a iniciativa privada e a sociedade entendam a dificuldade que as pessoas com deficiência encontram para conviver nesta cidade. Temos que mapear, planejar, sensibilizar e criar condições técnicas, para a partir de então, começar a ter uma cidade acessível e inclusiva – disse.

É preciso que o município, a iniciativa privada e a sociedade entenda a dificuldade que as pessoas com deficiência encontram para conviver nesta cidade. Temos que mapear, planejar, sensibilizar e criar condições técnicas, para a partir de então, começar a ter uma cidade acessível e inclusiva – disse.


Nenhum comentário: