sexta-feira, 21 de julho de 2017

Mateus Evangelista reencontra algoz chinês na final do salto; confira a programação de sexta, 21

Por CPB

Imagem

O rondoniense Mateus Evangelista despede-se do Mundial de Atletismo Paralímpico nesta sexta-feira, 21, em prova na qual é especialista: salto em distância da classe T37 (paralisado cerebral). Ele é o atual vice-campeão paralímpico e pode chegar à marca de três medalhas neste Mundial, realizado no Estádio Olímpico de Londres.
 
Mateus já guarda em sua bagagem uma prata nos 200m e o ouro nos 100m, esta conquistada na noite (em Londres) da quinta-feira, com final eletrizante.

Ele terá a missão de destronar o chinês Guangxu Shang, dono do ouro nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016, quando alcançou 6,77m, vinte e quatro centímetros mais distante da marca do atleta de Rondônia no Engenhão, no ano passado (6,53m).
 
Mateus manteve o alto nível na atual temporada, é o dono do melhor salto de 2017 nesta classe, com 6,32m, atingido em abril, durante o Open Internacional Loterias Caixa, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.  A prova se inicia às 16h35 (de Brasília).
 
Antes, contudo, dar-se-á início à disputa dos esperados 200m da classe T47 masculina. É a prova preferida do paraibano Petrúcio Ferreira, que já tem um ouro e um recorde mundial em Londres, nos 100m, disputado no sábado, 15, não consta no programa dos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020. As finais serão na noite (em Londres) de sábado, 22.

Programação dos brasileiros - sexta-feira (21/7)*
15h10 - Edson Pinheiro (semifinal dos 100m T38)
15h14 - Elizabeth Gomes (final do lançamento de disco F55) 
15h26 - Yohansson Nascimento (semifinal dos 200m T47)
15h34 - Petrúcio Ferreira (semifinal dos 200m T47)
16h13 - Daniel Martins (semifinal dos 800m T20) 
16h35 - Mateus Evangelista (final do salto em distância T37)
17h03 - Edson Pinheiro (final dos 100m T38) - caso avance
*Horário de Brasília

Esta é a oitava edição do Mundial de Atletismo Paralímpico. Cerca de 1.300 atletas de 100 países disputam as 213 medalhas, todas no Estádio Olímpico de Londres. Em 2015, em Doha, no Catar, o Brasil ficou com a sétima colocação no quadro geral de medalhas do evento. Foram oito medalhas de ouro, 14 de prata e mais 13 de bronze.
Acompanhe a transmissão ao vivo pelo Facebook (facebook.com/comiteparalimpico), e a cobertura nos perfis no Twitter (@cpboficial) e no Instagram (ocpboficial)
 
Patrocínio
A equipe brasileira de paratletismo tem patrocínio das Loterias da Caixa e da Braskem.
 
Time São Paulo
O atleta Mateus Evangelista é integrante do Time São Paulo, parceria entre o CPB e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo que beneficia 56 atletas e nove atletas-guia de 10 modalidades.


Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: