domingo, 23 de julho de 2017

Mineira pode levar terceira medalha no último dia do Mundial de Atletismo; veja a programação

Por CPB

Imagem

Izabela Campos tem a oportunidade de dar aquela que pode ser a última medalha do Brasil nesta edição do Mundial de Atletismo Paralímpico. Ela se apresenta a partir das 15h04 (de Brasília) deste domingo, 23, no arremesso de peso da classe F11 (cegos totais) no campo do já lendário Estádio Olímpico de Londres.

Este será o último dia de competição na capital britânica. Desde 13 de julho, 25 atletas representaram o país no evento. E Izabela pode ser uma dos três membros do time nacional a regressar para casa com três medalhas. Ela já foi bronze no disco, na manhã da terça-feira, 18. Horas mais tarde, conquistou uma heróica prata no dardo.

Se subir o pódio pelo desempenho no peso nesta noite em Londres (tarde no Brasil), Izabela igualará ao retrospecto do rondoniense Mateus Evangelista. Ele levará na bagagem para casa três medalhas conquistas no Mundial de Atletismo Paralímpico em Londres.

Antes de Izabela apresentar-se no peso, o Brasil ainda tem chances de mais uma conquista com Fábio Bordignon nos 100m da classe T35 (paralisado cerebral), a partir das 8h15 (de Brasília). Ele é o atual vice-campeão paralímpico da prova, já faturou um bronze nos 200m no Mundial de Londres, no entanto, terá de superar seu maior algoz. O ucraniano Ilhor Tsietov, que venceu o brasileiro nas duas provas no Rio 2016, e já levou o ouro nos 200m, na pista do Estádio Olímpico.

Confira, abaixo, a programação completa dos brasileiros neste domingo, 23*
6h30 - Ariosvaldo Fernandes (semifinal dos 100m T53)
7h40 - Emerson Lopes e João dos Santos (final do lançamento de disco F46)
8h15 - Fábio Bordignon (final dos 100m T35)
15h04 - Izabela Campos (final do arremesso de peso F12)
15h12 - Final do revezamento 4x100m T11-13 masculino (Daniel Mendes, Ricardo Costa, Fabrício Júnior e Gustavo Araújo) -
*Horário de Brasília

Esta é a oitava edição do Mundial de Atletismo Paralímpico. Cerca de 1.300 atletas de 100 países disputam as 213 medalhas, todas no Estádio Olímpico de Londres. Em 2015, em Doha, no Catar, o Brasil ficou com a sétima colocação no quadro geral de medalhas do evento. Foram oito medalhas de ouro, 14 de prata e mais 13 de bronze.
Acompanhe a transmissão ao vivo pelo Facebook (facebook.com/comiteparalimpico), e a cobertura nos perfis no Twitter (@cpboficial) e no Instagram (ocpboficial)

Patrocínio
A equipe brasileira de paratletismo tem patrocínio das Loterias da Caixa e da Braskem.

Fonte: cpb.org.br

Nenhum comentário: